Gatta di Latte: uma paixão que inspira

07/02/2018 11:19:20
Foto: Divulgação

Tenho certeza que se você já foi na Gatta di Latte, aqui em Santa Cruz do Sul, apaixonou-se de imediato pelo gelato que eles servem. Mais do que isso, também já deve ter se encantado com a docilidade do ambiente e do próprio logo da empresa. Aliás, arte e nome estão relacionados com a paixão dos proprietários pelos felinos. Mais precisamente, homenageiam a linda gatinha Tequila, que está na vida do Marcelo Gonzatti e da Graziela Pitzer desde 2015. Com seus longos pelos brancos, a fêmea chegou um ano depois do Johnnie, primeiro gatinho adotado pelo casal.

“Nossos bichinhos são nossos parceiros e amores. E era muito a nossa cara usar a figura deles para a gelateria”, conta Grazi. A ideia inicial era que o empreendimento se chamasse Gatto Nero, que significa gato negro em italiano, para homenagear o bichano mais velho da família. Como já existe um restaurante com esse nome, os empresários precisaram pensar em outra nomenclatura. Aí entrou a Tequila e eles batizaram o negócio de Gatta di Latte, gata de leite em italiano, justificando a cor da gatinha e o leite usado na produção do gelato.

“Depois, acabamos montando o sabor Gatto Nero, Johnnie e Tequila, para complementar a nossa homenagem aos felinos”, explica. É claro que o nome da empresa virou referência na cidade, especialmente entre os gateiros. Há até quem pense que se trata de uma franquia, devido à originalidade da proposta, mas na verdade tudo foi pensado com muito carinho pelos próprios comerciantes. A ideia de montar uma gelateria na Santinha surgiu após uma viagem à Serra Gaúcha, no Vale dos Vinhedos, onde o Marcelo conheceu um pouco sobre a produção dessa delícia refrescante.

Movido por sua paixão por sorvete, começou uma pesquisa detalhada sobre a produção do gelato. Foram dois anos de engajamento, cursos e investimentos para então abrir as portas – e fazer sucesso! O mais bacana é que essa iguaria é uma opção mais saudável para os sorvetes tradicionais. Portanto, não confunda gata com lebre: as receitas artesanais seguem as originais italianas e não levam corantes ou conservantes, com 0% de gordura trans. Ah, a produção é feita diariamente e há opções veganas, sem glúten ou lactose. Ficou com água na boca? Eu também!

Postado por MICHELLE TREICHEL- michelle@gazetadosul.com.br
Gazeta Grupo de Comunicações
Rua Ramiro Barcelos, 1206 | Santa Cruz do Sul - RS
(51) 3715-7800 | portal@gaz.com.br
Desenvolvido e Mantido por
Equipe de TI Gazeta Grupo de Comunicações