O que é gastroenterite?

04/07/2016 10:46:27
Foto: Divulgação

A gastroenterite é uma inflamação das mucosas do sistema digestivo. Um dos vírus que mais provocam esse tipo de inflamação é o rotavírus, que causa forte diarréia e, muitas vezes, febre e vômitos, podendo levar a um quadro de desidratação. A infecção por rotavírus é uma das causas mais comuns de gastroenterites agudas em bebês e crianças pequenas no mundo. Sua manifestação mais grave costuma ocorrer até os 2 anos de idade. Os adultos podem contraí-lo também, mas a doença tende a ser mais branda nesses casos.

O vírus é extremamente contagioso e se espalha com facilidade através de contatos normais entre pessoas. Infelizmente, bons hábitos de higiene e condições sanitárias adequadas não impedem a disseminação do rotavírus, então a vacina (em forma de gotinha) acaba sendo a melhor forma de prevenção. Ela chega a impedir 98% das crianças de ter diarréias graves causadas por rotavírus, e 74% delas de ter qualquer diarréia relacionada ao vírus.

No Brasil, a vacina já faz parte do calendário oficial de imunizações, portanto pode ser tomada gratuitamente em postos de saúde de todo o País (ela é dada em duas doses, com 2 e 4 meses). Caso seu filho não tenha sido vacinado na época correta, não há muito o que fazer, pois os especialistas afirmam que a imunização só pode ser administrada na idade definida. Pergunte ao pediatra, pois pode haver diferenças no momento da imunização dependendo do fabricante da vacina.

Como saber se meu filho está com o rotavírus?

O período de incubação do vírus é de cerca de dois dias e, geralmente, a diarréia aparece de repente e com grande intensidade, acompanhada de febre alta e vômito. As fezes costumam ficar bem líquidas e com um cheiro ruim (que lembra coisas podres). A criança pode ter também dor e náusea. Os sintomas geralmente duram de três a oito dias, e o problema tende a se curar sozinho. É fundamental, no entanto, manter seu filho bem hidratado, para evitar que a diarréia e o vômito provoquem uma desidratação e ele precise ser hospitalizado para tomar soro.

Se ainda estiver amamentando, ofereça o peito com frequência e deixe a criança mamar à vontade. Se não, tente oferecer pequenas doses, a cada 10 ou 15 minutos, de água de coco, soro caseiro (feito com um litro de água e uma colher de chá de sal e uma colher de sopa de açúcar) ou soluções especiais para reidratação, vendidas em farmácias.

Caso seu filho esteja muito sem energia, com a boca e os olhos secos, e você perceba que ele está há mais de seis horas sem fazer xixi, é melhor levá-lo ao hospital para tomar soro. Ele vai melhorar rápido e talvez nem precise ficar internado.

O diagnóstico clínico da doença é um pouco complicado, já que seus sintomas não são específicos só desse tipo de virose. A única forma de haver uma confirmação é através de um exame de fezes laboratorial, o que muitas vezes é necessário para descartar outras condições e decidir o melhor tratamento.

Meu filho foi vacinado contra rotavírus. Por que está com sintomas?

Por um lado, a vacina dada gratuitamente no Brasil é bastante eficaz, mas protege somente contra um tipo de rotavírus, ou seja, não garante 100% de proteção. É possível que seu filho esteja com outro tipo de rotavírus. Por outro, vários outros vírus provocam sintomas parecidos, na gastroenterite aguda (como os adenovírus, por exemplo).

Além disso, bactérias também podem causar gastroenterite, e nesse caso a infecção é mais grave, devendo ser combatida por antibióticos, dependendo do tipo de bactéria. São elas a salmonela, a shigella, o estafilococo, a E. coli, entre outras. Só o médico pode diferenciar uma gastroenterite viral de uma bacteriana. Parasitas como a giárdia também podem causar gastroenterite, com vômito e diarréia. Fonte: Baby Center

 

Postado por MICHELLE TREICHEL- michelle@gazetadosul.com.br
Gazeta Grupo de Comunicações
Rua Ramiro Barcelos, 1206 | Santa Cruz do Sul - RS
(51) 3715-7800 | portal@gaz.com.br
Desenvolvido e Mantido por
Equipe de TI Gazeta Grupo de Comunicações