Cidades que são o paraíso das compras

17/05/2019 10:22:24
Foto: Divulgação

Mesmo com o dólar perto dos R$ 4,00, fazer compras no exterior pode sair bem mais em conta do que no Brasil. Tudo depende do que se procura. Mas de roupas a bebidas, de videogames a enxoval de bebê, é possível achar preços bem convidativos nas mecas internacionais dos outlets.

Também não é preciso ir longe, ou mesmo sair do país para conseguir boas ofertas. Para voltar com as malas cheias, importante mesmo é pesquisar bem (e com antecedência) os preços da viagem completa, principalmente  das passagens aéreas, para que elas não levem um precioso pedaço do orçamento.

Para ajudar a decidir o próximo destino de compras, segue uma relação de cidades que são verdadeiros paraísos das sacolas cheias.

 

Miami

Mesmo com o preços dos voos para os Estados Unidos terem disparado com a alta do dólar, a Flórida continua sendo um dos destinos de compras preferidos dos brasileiros - e do resto do mundo. A variedade e o tamanhos dos centros comerciais chegam a deixar perdidos os mais incautos. Grande destaque para os outlets, como o Sawgrass Mills, em Sunrise. Quanto aos shoppings, tem o Dadeland Mall e o Aventura Mall, dentre outros. Nem é preciso ir muito longe do aeroporto para comprar: o Dolphin Mall está nas cercanias. Para quem prefere lojas de rua, tem a Lincoln Road e a Ocean Drive. Para comércio de luxo, o Bal Harbour Shops é o grande nome.

Foto: Divulgação

 

 

Cidade do Panamá

Chamada de Nova Miami por muitos, a capital panamenha esbanja modernidade, arranha céus e centros de compras. Geralmente mais cara do que os tradicionais destinos da Flórida, Cidade do Panamá é uma boa opção para quem já está de férias pelo Caribe. O shopping mais tradicional é o Metromall. Um tanto longe do centro, é casa de grandes marcas e grifes. O Albrook Mall também vale a visita. Já o Los Pueblos é o lugar para quem está disposto a garimpar produtos em busca de preços bem camaradas. É preciso levar em conta que são cobrados impostos adicionais na hora de passar as compras no caixa (7%).

 

Ciudad del Leste

Terceiro maior centro de compras do mundo, a paraguaia Ciudad del Leste está coladinha no Brasil. Basta cruzar a pé a Ponte da Amizade, que fica em Foz do Iguaçu, para chegar. Por lá, encontra-se de tudo: brinquedos, roupas, eletrônicos, bebidas, acessórios. Lojinhas, ambulantes, lojas de departamentos. É preciso disposição para pesquisar e para pechinchar, mas os preços são bem convidativos. O dólar é a moeda corrente, mas como não têm nossos (elevadíssimos) impostos de importação, tudo sai em conta. Para encontrar produtos originais e eletrônicos de confiança, melhor procurar as lojas mais renomadas. Também é importante lembrar que, acima de determinado valor, as compras estão sujeitas a um pesado imposto de importação. A fiscalização da Polícia Federal é intensa.

 

São Paulo

A capital paulistana é uma das cidades mais turísticas do Brasil. Boa parte desse movimento está atrelado a turismo de negócios e, claro, de compras. A Rua 25 de Março e o Brás são os lugares mais tradicionais de compras populares, perfeitos para encontrar roupas, acessórios e miudezas de todos os tipos a preços bem baixos. Ambos ficam perto de estações de metrô, logo, o acesso é bem fácil. Para comprar eletrônicos, o melhor lugar é a famosa Rua Santa Ifigênia, que também tem uma infinidade de lojinhas de assistência técnica.

Falou em comércio de luxo, falou na Oscar Freire, nos Jardins. A rua tem lojas dois mais badalados estilistas e marcas, além de exalar ares europeus. Shoppings como o Iguatemi e o JK Iguatemi também guardam muitas lojas de grifes. Do lado dos outlets, Offashion, Outlet Premium e o Catarina Fashion Outlet estão entre os mais tradicionais. A boa notícia é que é possível encontrar voos para São Paulo a ótimos preços durante todo o ano. Para checar preços, acesse https://www.maxmilhas.com.br/passagens-aereas/sao-paulo-br.

Foto: Divulgação

 

Hong Kong

Embora pouco procurada por turistas brasileiros, Hong Kong é um dos maiores destinos de compras do mundo. Por ser um porto livre, não há imposto de importação e os produtos são consideravelmente mais baratos. É, por exemplo, mais em conta comprar um celular lá do que em Pequim ou em Xangai. Para eletrônicos, o Mongkok Computer Centre é ideal. Já a Sneakers Street é para quem está atrás de material esportivo. Destaque para as incontáveis lojinhas de rua com produtos exóticos aos olhos ocidentais, desses que encantam e não são encontrados no Brasil. Ou pelo menos não a preços acessíveis.

Foto: Divulgação

 

Postado por Redação Portal Gaz- redacao@portalgaz.com.br
Gazeta Grupo de Comunicações
Rua Ramiro Barcelos, 1206 | Santa Cruz do Sul - RS
(51) 3715-7800 | portal@gaz.com.br
Desenvolvido e Mantido por
Equipe de TI Gazeta Grupo de Comunicações