Ranger: melhorias em conforto e segurança

09/07/2019 22:16:15
Foto: Divulgação

Com estilo renovado e mais itens de proteção, comodidade e segurança, a Ranger 2020 tem previsão de chegar às lojas a partir de agosto. Na escalada evolutiva, a picape incorporou tecnologias de assistência ao motorista, como sistema de frenagem autônoma com detecção de pedestres, reconhecimento de sinais de trânsito e faróis baixos de xênon com luzes diurnas de led. Somam-se a isso o piloto automático adaptativo e o sistema de permanência em faixa, que já eram conhecidos na linha anterior.

Com pelo menos 1 milhão de unidades comercializadas no ano passado e uma trajetória de 42 anos no mercado mundial, a Ranger tem recebido atenção especial da Ford. Isso para manter seu status no segmento, tanto no DNA da marca como em excelência em engenharia e tecnologia, explica Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul.  

E para manter essa evolução, a nova linha Ranger aprimorou o visual, em especial na parte da frente. Entre as mudanças estão a grade, para-choque, faróis principais e de neblina redesenhados e nova pintura na roda de 18 polegadas, além do acabamento e materiais na cabine. Na área de engenharia, a picape adota suspensão que melhora a dirigibilidade e o conforto tanto no asfalto como fora de estrada, entre outros aprimoramentos. Outra novidade é a tampa da caçamba com assistente de abertura e fechamento, que reduz de 12 quilos para 3 quilos o peso equivalente na sua movimentação.

A Ranger 2020 conta com dois motores diesel da família Duratorq, o 3.2 de cinco cilindros, com 200 cv, e o 2.2 de 160 cv, ambos com alto torque em baixas rotações. Toda a linha já vem de série com o AdvanceTrac, composto por controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, controle automático de descida, assistência de frenagem de emergência, luzes de emergência em frenagens bruscas, controle de oscilação de reboque e os exclusivos sistema anticapotamento e controle adaptativo de carga, além de diferencial traseiro blocante eletrônico.

A capacidade de imersão de 800 mm e de reboque de 3,5 toneladas são outros atributos que destacam a picape dentro da categoria. Além disso, oferece cinco anos de garantia.

Proteção

A nova Ranger 2020 reforça a proposta de oferecer tecnologia, trazendo recursos que facilitam a vida do usuário e criam uma nova experiência com o veículo independente do local de rodagem, seja no trânsito urbano ou nas rodovias. O assistente autônomo de frenagem com detecção de pedestres, por exemplo, funciona em velocidades de 5 km/h a 80 km/h, com o auxílio de duas câmeras e um radar. Ao identificar um veículo parado ou pedestre à frente, ele emite um alerta para o motorista e prepara os freios para uma frenagem rápida. Se o motorista não realizar nenhuma ação, ele aciona os freios automaticamente para evitar ou reduzir os danos de uma colisão. O sistema de reconhecimento de sinais de trânsito usa as mesmas câmeras para rastrear as placas na pista, alertando o condutor sobre os limites de velocidade. O objetivo dos dois sistemas é proporcionar uma direção mais segura e tranquila.


Evolução sem mexer no preço
Mesmo com as mudanças, todas as versões da Ranger mantiveram o mesmo preço praticado na linha 2019. A versão 2.2 XLS agora vem com ar-condicionado digital de duas zonas, central multimídia SYNC 3 com tela de oito polegadas, painel configurável com duas telas de 4,2 polegadas e novos faróis de neblina. Tem ainda sete air bags, câmera de ré e rodas de liga leve de 17 polegadas. Ela parte de R$ 128.250,00 na versão 4x2 automática e oferece também as opções de tração 4x4 com transmissão manual (R$ 147.520,00) ou automática (R$ 154.610,00). A versão XLT 3.2, com tração 4x4 e transmissão automática, conserva o preço de R$ 176.420,00.  Já a topo de linha 3.2 Limited tem valor sugerido de R$ 188.990,00.

Postado por
Gazeta Grupo de Comunicações
Rua Ramiro Barcelos, 1206 | Santa Cruz do Sul - RS
(51) 3715-7800 | portal@gaz.com.br
Desenvolvido e Mantido por
Equipe de TI Gazeta Grupo de Comunicações