ELEIÇÃO 2020 17/11/2020 18h27

Juíza da 53ª Zona Eleitoral avalia pleito deste ano

Para Liane Gorini, votação ocorreu com tranquilidade, com apenas alguns imprevistos

Na avaliação da juíza eleitoral Liane Gorini, da 53ª Zona Eleitoral, a eleição nesse domingo ocorreu de forma tranquila, com apenas alguns imprevistos, apesar do contexto sem precedentes da pandemia do novo coronavírus. A magistrada falou sobre o pleito em entrevista ao programa Giro Regional da Gazeta FM 98.1 na manhã desta terça-feira, 17.

Entre as ocorrências inesperadas, Liane Gorini destacou a denúncia de compra de votos em Ibarama, que exigiu forte presença da polícia e do Ministério Público; e a interrupção de estradas em Lagoa Bonita do Sul, onde foi necessário o apoio da Brigada Militar e do Corpo de Bombeiros Voluntários de Sobradinho.

A juíza eleitoral também comentou a demora na divulgação dos resultados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), causada por uma falha em um supercomputador, que processava os dados. Segundo a magistrada, houve um congestionamento deste sistema, já que muitos dados começaram a ser enviados após o término da votação. Liane agradeceu ao pessoal da Justiça Eleitoral pelo trabalho desenvolvido e aos mesários, que estiveram na linha de frente durante o dia da votação.

LEIA MAIS: Mudança que causou lentidão foi recomendada pela PF, diz Barroso