Opinião 24/10/2019 15h11 Atualizado às 15h24

Críticas dos filmes exibidos na quarta-feira

Exibições acontecem no Auditório Central da Unisc

Por Ulisses da Motta

Crítico, Cineasta e Professor

Aulas que matei (Amanda Devulsky e Pedro B. Garcia)
Esse representante do distrito federal investe numa estrutura que foge da narrativa dita tradicional. A projeção é formada por recortes de pequenos momentos que acontecem no cotidiano de uma escola. Cada um deles fica preso nos limites da cena, nenhum se desenvolvendo. Há alguns elementos de realismo fantástico, e me parece ser o tipo de filme que acaba se conectado pouco com o público. O elenco, porém, é lindamente natural. Minha cena favorita é aquela em que uma aluna se contrapõe ao mito da caverna de Platão numa aula de filosofia: "Quem é ele pra dizer que eu não vivo a realidade?".

Libertai (Bill Szilagyi)
Rodado no continente africano por equipe de Barueri, São Paulo, este documentário entrevista o artista visual Crawford Mandumbwa sobre sua visão sobre a África. A fala é coberta por imagens diversas da região numa coleção que vai do cotidiano humano à vida selvagem. O entrevistado fornece bons insights, como o que abre o curta - quando ele avalia que qualquer povo submetido às mesmas condições das populações africanas também sofreria para se desenvolver. Pena que os realizadores optaram por pontuar a projeção com uma trilha sonora sentimentaloide, forçando a barra para emocionar o público. Causou-me incômodo o uso de imagens de crianças africanas, o que cada vez mais parece uma exploração gratuita de situações de fragilidade.

Lembra (Leonardo Martinelli)
Excelente experimento visual e narrativo, também é uma crítica mordaz à maneira fugidia como vivemos as tecnologias sociais. O diretor busca um conceito do cinema mudo, a tela tríptica, e o refaz com interface moderna. O que vemos são três telas de celular da protagonista no Rio de Janeiro e uma colagem de como ela usa isso para registrar seu cotidiano. Vemos suas postagens de Instagram, mensagens de WhatsApp e aos poucos problematizamos o pensamento supostamente esclarecido da personagem. O título é uma grande sacada. Afinal, quem lembra dos stories que tu postaste ontem?

Nova Iorque (Leo Tabosa)
Passado no sertão pernambucano, esse drama é cinema mais tradicional. Sua narrativa se centra num menino, Leandro, que busca mitigar sua solidão tentando criar laços com sua professora (interpretada pela sempre ótima Hermila Guedes). Há também algum realismo fantástico no gato-marionete que só os protagonistas conseguem ver. Contudo, no fim o roteiro se entrega a alguns clichês, em especial o de "sair do sertão". Há algum eco do clássico Central do Brasil (inclusive na escolha de certos planos). Pode ser problema da projeção, mas a fotografia tinha uma aparência lavada e um tanto desleixada.

Êles (Roberto Burd)
O gaúcho Roberto Burd costuma entregar curtas muito bons, mas esse aqui ficou um tanto decepcionante. A história do jovem que encontra a faxineira morta na casa de praia traz propostas instigantes e promissoras. Em dado momento, desenvolve-se como uma comédia sarcástica (a sequência em que o garoto liga para os familiares e nenhum deles quer se envolver é ótima). Depois, parece que vai enveredar para a trama do mistério. Mas quando o espectador já está bem engajado para saber onde que o enredo se desdobrará (o ritmo do filme é excelente), o filme o desengana. A conclusão é anticlimática.

Mulher LTDA (Taísa Ennes)
A própria realizadora Taísa Ennes define seus filmes como "cinema de exagero". Esse curta gaúcho usa efeitos visuais e fotografia rebuscada para dar a esse exagero um ótimo tom de sátira. O roteiro critica as representações da mulher na mídia e na sociedade na figura de dois cientistas loucos, que passam a comercializar mulheres ressuscitadas como objetos. Em dado momento, o  humor passa naturalmente à sensação de assombro. As atuações acabam sendo o ponto fraco dessa criativa peça - se bem que pode ser proposital que exatamente os atores homens estejam abaixo da média.

LEIA MAIS: Saiba mais sobre os filmes exibidos nesta quarta