Santa Cruz 19/12/2018 00h41 Atualizado às 07h01

Meta é zerar a lista de espera da educação infantil em breve

Atualmente, há 239 crianças que aguardam vaga nas emeis

A lista de espera para a educação infantil em Santa Cruz do Sul hoje é de 239 crianças, na faixa dos 0 a 3 anos. Segundo a secretária de Educação, Jaqueline Marques, o objetivo é zerar esse deficit em breve, talvez no ano que vem. “Já temos 100% das crianças de 4 e 5 anos atendidas pela pré-escola, cumprindo a Meta 1 do Plano Nacional de Educação. Agora estamos caminhando para atender também a totalidade de crianças que esperam por vagas nas creches.” No início de 2013, ela lembra que a fila de espera era de mais de 1,3 mil crianças.

Para 2019, dos 908 inscritos para concorrer a vagas de 0 a 3 anos nas escolas municipais de educação infantil (emeis), 669 foram contemplados (74%). Dessas crianças, 100% foram atendidas em uma das opções de creches solicitadas, conforme a secretária. Jaqueline ainda lembra a importância das novas emeis do Viver Bem e Progresso, que tiveram os termos de início das obras para construção assinados na semana passada. A expectativa é de que essas escolas sejam inauguradas até 2020 e ofereçam 300 vagas extras para a educação infantil.

Quem são as crianças contempladas

A Secretaria Municipal de Educação de Santa Cruz do Sul divulgou na manhã dessa terça as listas de crianças contempladas com novas vagas na educação infantil da rede municipal de ensino para o próximo ano letivo. As relações apresentam os nomes dos selecionados para pré-escola, com idade de 4 e 5 anos, e também para as escolas municipais de educação infantil (emeis), de 0 a 3 anos. No site da Prefeitura a comunidade ainda pode conferir a listagem dos pedidos de transferência efetuados, as inscrições indeferidas e a lista de espera por vagas para 2019.

LEIA MAIS: Confira a lista de crianças que conseguiram vagas em Emeis e Emefs

Segundo a secretária municipal de Educação, Jaqueline Marques, os responsáveis por crianças de 0 a 3 anos precisam ir na secretaria até esta sexta-feira para retirar o atestado de vaga, que precisa ser levado na escola definida pelo edital para a concretização da matrícula. Caso o documento não seja retirado, a criança perde a oportunidade e vai para o fim da lista. Para crianças de 4 e 5 anos, não há necessidade do atestado – os pais podem ir diretamente nas escolas em que as famílias foram contempladas e fazer as inscrições entre 2 e 11 de janeiro.

A expectativa é de que mais crianças sejam atendidas no próximo ano, uma vez que há 146 vagas disponíveis na rede, que originalmente não foram solicitadas pelos pais. “Na segunda quinzena de janeiro, vamos lançar um edital dizendo para quais faixas etárias e em quais escolas estão essas vagas remanescentes. Dessa forma, as crianças que ainda estão na lista de espera poderão pleiteá-las, caso haja interesse”, explica. Além disso, de acordo com a secretária, em novembro foi lançado um edital para escolas conveniadas, no qual cem vagas a mais foram solicitadas. “No início do ano, essas vagas também serão ofertadas para as famílias.”

 


MAIS LIDAS