Comunidade escolar 08/06/2020 21h13 Atualizado às 13h59

Cartilhas sobre educação dão suporte a pais, professores e alunos

Documentos têm dicas de rotinas de estudos e preparação de atividades, sugestões de sites e aplicativos e mensagens positivas

A Secretaria Municipal de Educação (SEE) de Santa Cruz do Sul tem trabalhado para diminuir as distâncias impostas pela Covid-19. Para criar um canal de comunicação cada vez mais próximo com a comunidade escolar – alunos, pais e professores –, foram criadas três versões de cartilhas sobre educação não presencial, com dicas de rotinas de estudos e preparação de atividades, sugestões de sites e aplicativos, telefones e endereços úteis para atendimento em casos de sintomas de coronavírus e mensagens positivas. 

Os materiais, coloridos e com muita ilustração, foram enviados por aplicativo de celular a todas as escolas municipais, que os repassaram para as comunidades. Alguns exemplares foram impressos e serão entregues aos alunos que não têm acesso aos conteúdos por meio virtual. Na cartilha voltada aos estudantes, constam dicas de rotina e organização no ambiente doméstico, com especial atenção a definição de espaço, horários, importância de manter uma atividade física, além de sugestões de sites de matemática, português, história e geografia. 

>>> Veja a cartilha elaborada para os estudantes

LEIA TAMBÉM: Santa Cruz mantém aulas suspensas no município até dia 30

O material, elaborado para dar apoio às famílias, reúne propostas de atividades a serem feitas com estudantes na tentativa de minimizar os efeitos do afastamento das atividades pedagógicas presenciais, aborda a importância de ajudar crianças e adolescentes a manter uma rotina com regularidade nos horários e traz mensagens de acolhimento. 

Na cartilha de orientação do Programa AABB Comunidade, consta um questionário acerca da relação das famílias com o uso de tecnologias de comunicação e informação. As respostas estão servindo de base para formatar ações de apoio aos profissionais enquanto durar a pandemia. O material traz sugestões de sites, aplicativos, dicas para criar filmes e informações funcionais, além de ferramentas para ajudar coordenadores e educadores sociais a preparar atividades e melhor gerenciar as rotinas de home office.

>>> Veja a cartilha elaborada para as famílias

LEIA TAMBÉM
Educação básica não terá retomada de aulas presenciais antes de julho
Em 39 municípios, rede municipal deve recuperar todas as aulas perdidas

A SEE estabeleceu uma agenda periódica de reuniões e encontros virtuais com gestores e professores de todas as áreas para trocar experiências, entender as dificuldades e dar a eles o suporte necessário neste período. Atender de forma universal e com qualidade os alunos é um compromisso da educação, segundo a secretária da pasta, Juliana Bach, que reforça a atuação dos docentes. “O trabalho dos professores, que silenciosamente revolucionaram suas práticas pedagógicas e todos os dias estão encontrando maneiras de bem atender os estudantes, tem sido fundamental”, concluiu.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS