Neto de Aluguel 29/06/2017 14h44 Atualizado às 15h13

Vida Real | Profissão que se tornou um gesto de amor

Santa-Cruzense, morador do Bairro Esmeralda, oferece serviços específicos para o público da terceira idade

Foto: Bruno Pedry

Nos anos 80, em Linha Carvalho, interior do hoje município de Sinimbu, as visitas chegavam sem avisar na casa dos Nunes.  Filhos e netos, que residiam em lugares um tanto distantes de lá, simplesmente decidiam ir e eram sempre bem recebidos. Foi naquela localidade que seu Francisco e dona Maria Engrácia começaram a vida a dois, formaram família e criaram seus cinco filhos. 

Anos depois, mudaram-se para Rio Pardinho, interior de Santa Cruz do Sul. Em um chalé verde, de poucos cômodos, cercado de uma modesta lavoura, foi onde recomeçaram uma vida nova. Cultivavam  feijão, batata, milho, criavam porcos e galinhas. Além dessas ocupações, Francisco trabalhava em uma olaria, fabricando tijolos. Apesar de logo ter perdido a esposa, não esmoreceu em sua dedicação  com o trabalho e os filhos. 

Paulo Cezar Severo, um de seus netos hoje com 29 anos, guarda na cabeça um álbum de fotografias feito de lembranças, ao relembrar do avô, falecido em 2010, aos 85 anos. Paulo se vê criança, adolescente, e muito do que aprendeu na convivência com Francisco o ajudou a ver um idoso com outros olhos. “Foi ele que me ensinou valores como respeito, obediência, são coisas que a gente não esquece”, conta.  

Serviços

Morador do Bairro Esmeralda e acadêmico de administração, há cerca de seis meses Paulo Cezar Severo teve uma ideia inusitada e empreendedora. Procurado frequentemente para prestar serviços a pessoas idosas na vizinhança onde mora, resolveu formalizar o trabalho. “Muitos me procuravam para levá-los ao médico, fazer exames ou mesmo para ir ao supermercado. Percebi que seria um caminho para ajudar as pessoas e ter uma renda a mais”, conta. 

Foi assim que Paulo tornou-se o Neto de Aluguel e mandou adesivar o carro com os serviços que oferece. E é dessa forma que aplica muitos dos ensinamentos aprendidos na relação com o vô Francisco.  “Com pessoas de mais idade precisa-se ter paciência, entender as limitações, e ao mesmo tempo fazer elas perceberem que são capazes,  que não são inválidas, que só precisam de auxílio em algumas  coisas”, entende ele. Para contratar os serviços de Paulo, ou o Neto de Aluguel, você pode ligar para o telefone (51) 99623-3295.