Futebol amador 10/02/2018 19h08 Atualizado às 20h36

Boca Juniors vence São José e se consagra campeão do Municipal

Equipe do Bairro Santa Vitória tinha a vantagem do empate, mas superou adversário, que jogava em casa, e ficou com o título

Foi na casa do adversário e diante de um bom público no Estádio da Serraria, em Monte Alverne, no interior de Santa Cruz, que o Boca Juniors, do Bairro Santa Vitória, consagrou-se campeão do Municipal de Futebol de Campo. A equipe, que venceu a primeira partida da decisão por 1 a 0, no Estádio Timbaúva, no dia 27 de janeiro, tinha a vantagem do empate. Apesar disso, teve calma, encontrou espaços e voltou a vencer, desta vez por 2 a 0. Fazia 23 anos que um time da cidade não se conquistava o título da competição.

Precisando vencer e embalado pela torcida que encheu o Serraria, o São José se lançava ao ataque. Já o Boca Juniors, na vantagem, administrava o resultado e apostava nos contra-ataques. Após a equipe desperdiçar algumas chances de abrir o placar, o time do Santa Vitória conseguiu anotar o primeiro tento com Tomas. Aos 44 minutos, a bola sobrou para o centroavante após bate-rebate. Ele só precisou empurrar pro fundo das redes. 

No segundo tempo, o São José passou a correr riscos e pressionar. Com isso, dava espaços para o Boca Juniors, que soube aproveitar. Em uma jogada de contra-ataque, Amarildo invadiu a grande área e, na saída do goleiro André, mandou a bola para o fundo da rede, anotando um golaço. Faltando dez minutos para o fim da partida, o árbitro Anderson Daronco, dos quadros da Federação Gaúcha de Futebol, Confederação Brasileira de Futebol e Federação Internacional de Futebol paralisou o jogo. A forte chuva que caía desde o início da segunda etapa prejudicava o andamento da partida. Quando foi retomada, o Boca só precisou administrar o resultado para consagrar-se campeão.

"A gente conseguiu formar um bom grupo. Fizemos um bom resultado em casa e aqui soube esperar e sair pro contra-ataque", comemorou Amarildo, autor do segundo gol do Boca, ao fim da partida. Pelo lado do São José, o treinador Max Gottems lamentou o resultado, mas garantiu que o título está em "boas mãos". "Foi um grande jogo. A gente se preparou para uma partida rápida, mas choveu e não deu certo. Algumas coisas não aconteceram como se esperava", lamentou em entrevista à Rádio Gazeta. 

O secretário de Segurança, Defesa Civil e Esporte, Henrique Hermany, que acompanhou a final de perto, garantiu que o campeonato terá uma próxima edição. "Estamos estudando uma reformulação com as ligas, já que o calendário está apertado. Campeonato permanece e veio pra ficar".