Patinação artística 03/09/2018 22h34 Atualizado às 07h56

Patinadora santa-cruzense está perto do seu maior objetivo

Em um mês, Bruna Karnopp, que disputa o Pan-Americano em Bogotá, vai estar no Mundial da modalidade

Nesta terça e quarta-feira, em Bogotá, Bruna Karnopp compete no Pan-Americano de Patinação Artística, nas modalidades figuras obrigatórias e solo dance. Essa participação no torneio na capital da Colômbia já é um compromisso valioso para a jovem de 17 anos, que há sete veste as cores da seleção brasileira. Contudo, o maior dos desafios da santa-cruzense ainda está por vir: o Campeonato Mundial, que será de 3 a 13 do mês que vem em  La Vendée, na França.

A trajetória de Bruna na patinação começou como uma brincadeira. Aos 6 anos de idade, ingressou na escolinha do clube Pattins Sul, tendo como técnicas Maria Regina Lenhardt Käfer e Mariana Gassen. Porém, o amor pelas rodinhas foi crescendo e, aos 9 anos, ela participou de seu primeiro Campeonato Brasileiro. A partir dos 10, passou a frequentar as seleções nacionais e estreou em um Sul-Americano.

LEIA MAIS: Santa-cruzense conquista medalhas de ouro em patinação nos Estados Unidos

De lá para cá, Bruna acumula dezenas de medalhas em competições estaduais, nacionais e internacionais. Por três anos consecutivos, disputou a Copa da Alemanha e fez treinamentos nos Estados Unidos e na Itália. Depois de nove anos no Pattins Sul, em janeiro último, ela se mudou de Santa Cruz do Sul para Santos, no litoral paulista, e agora faz parte do Clube de Regatas Saldanha da Gama, onde aprimora suas habilidades sob orientação dos técnicos Carlos Eduardo Paiva, Gabrielle Vieira Escudero e Juan José Valencia.

Bruna vibrou com a convocação para o seu primeiro Mundial de Patinação Artística, que vai disputar na categoria junior, pois atingirá um dos maiores objetivos no esporte. “Quero poder chegar lá e fazer o meu melhor, me sentir satisfeita ao sair da quadra, porque sabemos que é um campeonato de altíssimo nível”, projeta a patinadora, que dedica imenso afeto à modalidade. “A patinação ensina muito mais que amar um esporte. Ensina diariamente a crescer como pessoa, a saber que tudo tem seu tempo e que na vida se tem altos e baixos. Aprendo coisas que serão levadas para o resto da vida”, sublinha.

Foto: DivulgaçãoRevelada no Pattins Sul, onde atuou por nove anos, Bruna representa clube de Santos
Revelada no Pattins Sul, onde atuou por nove anos, Bruna representa clube de Santos