Futebol 08/02/2019 11h25

Gauchão e Recopa: Avenida vai com o que tem de melhor

Sem contar com Carlinhos, suspenso, e Maurício e Alexandre, lesionados, Daitx deve utilizar time misto na Arena neste domingo

Seja com titulares ou time misto, o Avenida pretende criar dificuldades para o Grêmio neste domingo, às 18h30, na Arena, em confronto da sexta rodada do Gauchão e que valerá também o título da Recopa Gaúcha. O presidente Jair Eich afirmou que o Periquito deve ir com o que tem de melhor, apesar da prioridade ser o duelo contra o Guarani, na quarta-feira que vem, às 20h30, nos Eucaliptos, pela Copa do Brasil, onde o time alviverde precisa vencer para ir à segunda fase.

“A gente vem com uma política, há bastante tempo, de usar o jogador que está melhor preparado. Quem compõe o nosso grupo tem toda a condição e o nosso respeito. A gente sabe que o Avenida, hoje, não tem só 11 titulares”, afirmou o mandatário. “O jogador que não se encontra na melhor condição não deverá jogar”, sentenciou, lembrando a sequência difícil de partidas nos próximos dias. Após enfrentar o Guarani de Campinas, o time santa-cruzense vai a Ijuí para encarar o São Luiz no domingo.

O volante Carlinhos será desfalque contra o Grêmio para cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Com dores na coxa direita, o meia Maurício também não vai a campo, assim como o meia-atacante Alexandre, que se recupera de um problema no joelho direito. Nessa quinta-feira, 7, o técnico Fabiano Daitx testou alternativas no treino, onde começou com Fabiano Heves; Felipe Cordeiro, Luís Henrique, Yuri e Roger; Índio, Felipe Manoel, Moisés Baiano, Márcio e Welder; Tito. Durante a atividade, entraram Andrey, Thiago Steffens, Claudinho, Jô e Matheus nos lugares de Heves, Cordeiro, Yuri, Índio e Tito, respectivamente.

Jair procurou tranquilizar o torcedor, independente da escalação. “Se em clubes grandes há um rodízio, o Avenida fatalmente também terá de administrar o seu elenco. Como todos sabem, ele é pequeno para que a gente possa fazer frente a equipes competitivas. De qualquer forma, queremos fazer bonito nos três próximos jogos e o Avenida vai estar bem representado”, assegurou o presidente.

Cortez quer “sangue nos olhos” contra o Periquito

O Grêmio deve ir com o time titular para o confronto com o Avenida neste domingo, às 18h30, na Arena. O lateral-esquerdo Bruno Cortez, que tem cem jogos com a camisa tricolor, garantiu que a equipe está focada para o duelo com o Periquito. Ele reforçou que será preciso muita concentração para manter o excelente ritmo inicial do clube no Gauchão e conquistar a taça da Recopa Gaúcha, que coloca frente a frente os campeões estaduais do ano passado.

“É um jogo que vale os três pontos e também uma taça. Então, temos que entrar com foco e com sangue nos olhos para vencer”, enfatizou Cortez, que não vê problema na concorrência de Juninho Capixaba pela titularidade na lateral esquerda. “É uma disputa sadia, que enaltece nosso grupo. É algo bom para mim, me motiva cada vez mais a buscar títulos e a fazer mais história no clube. Vai depender do treinador, ele que vai escolher quem estiver no melhor momento para jogar”, frisou.

O elenco do Grêmio voltou a treinar na manhã dessa quinta, no CT Luiz Carvalho. O volante Matheus Henrique ficou fora da atividade com o restante do grupo e apenas correu em volta do gramado. O lateral-direito Léo Moura voltou aos trabalhos com bola, mas isso ocorreu em separado, sob a supervisão dos fisioterapeutas do clube. Na sequência, ele também correu. O veterano, de 40 anos, ainda está em recuperação de um desconforto muscular na coxa direita.

LEIA MAIS: Venda de ingresso para jogo do Avenida e Guarani começa nesta sexta

Olho no Guarani: Thiago Ribeiro celebra bom início no time

Depois de começar o Campeonato Paulista como opção e conquistar a titularidade nas últimas duas partidas, Thiago Ribeiro, ex-Santos e AtléticoMG, marcou seu primeiro gol pelo Guarani no empate por 2 a 2 com o Mirassol no último domingo, em Mirassol. Ainda à procura do ritmo ideal, o atacante de 32 anos vê a sequência como positiva, mas se cobra para continuar melhorando e ajudando o time.

“Vejo de uma forma muito positiva esse início de sequência. Dois jogos consecutivos onde fiquei em campo praticamente os 90 minutos. O ritmo de jogo vai melhorando, a condição física também e vamos crescer tecnicamente e taticamente”, afirmou. “Estou feliz, mas espero melhorar porque sei que posso render ainda mais. Quero continuar fazendo gols, dando assistências e aumentando meu nível de competitividade”, acrescentou Ribeiro, que usa a camisa 10 e é responsável pela armação das jogadas do Bugre.

*Com informações do repórter Carlos Rodrigues, do jornal Correio Popular, de Campinas