Brasileirão 11/05/2019 18h25 Atualizado às 21h45

Grêmio empata com o Corinthians e segue sem vencer no Brasileiro

Tricolor soma dois empates e duas derrotas na principal competição nacional. No próximo domingo enfrenta o Ceará fora de casa

Não foi dessa vez que o torcedor gremista viu seu time vencer no Campeonato Brasileiro 2019. Com a classificação garantida às oitavas de final da Libertadores e também da Copa do Brasil, o Tricolor, no entanto, deixa a desejar na principal competição nacional. Neste sábado, 11, o Grêmio foi a Arena Itaquera enfrentar o Corinthians e não saiu do 0 a 0.

Com desfalques como Maicon, Cortez e Jean Pyerre, a equipe gaúcha buscou atuar na velocidade de Everton, mas a boa marcação dos paulistas anularam o atacante. Por outro lado, o Corinthians chegou mais perto do gol, mas em outra boa atuação, Paulo Victor salvou o time de Renato com boas defesas. Com o resultado o Grêmio chegou aos dois pontos em 12 disputados e permanece na zona de rebaixamento à Série B do Brasileiro.

PRIMEIRO TEMPO

Foto: Lucas Uebel/GrêmioRenato reclamou após árbitro voltar atrás na marcação de pênalti para o Grêmio, depois de consultar o VAR
Renato reclamou após árbitro voltar atrás na marcação de pênalti para o Grêmio, depois de consultar o VAR


Corinthians e Grêmio buscaram se estudar nos primeiros minutos de jogo. O primeiro lance de perigo da partida foi acontecer somente aos 4 minutos com o Grêmio. Luan recebeu bola na área de Juninho Capixaba, mas não dominou bem e Manoel afastou. No contra-ataque o Corinthians respondeu. Pela direita Ramiro cruzou rasteiro e Michel afastou para escanteio. Na cobrança de Sornoza a defesa gremista afastou.

Aos 8, o Corinthians teve a chance numa falta frontal. Sornoza, no entanto, chutou para fora. Aos 9 Luan tabelou com Montoya próximo a área do Corinthians e chutou. Cássio pegou firme. Com seu tradicional toque de bola, o Grêmio passou a dominar as ações no meio de campo. O Corinthians, por sua vez, buscava chegar em velocidade. Aos 15 os jogadores da equipe paulista pediram pênalti por um suposto empurrão de Michel em Danilo Avelar. O árbitro Marcelo de Lima Henrique, entretanto, nada marcou. Aos 18 minutos Mateus Vital entrou com as travas da chuteira na canela de Matheus Henrique. O árbitro marcou falta e deu amarelo para o jogador da equipe da casa. Numa rápida troca de passes o Grêmio chegou bem pela esquerda aos 24. Luan, porém, não dominou na entrada da área e a bola foi recuperada pelo Corinthians.

Com muita marcação eram raros os espaços para infiltrações mais agudas de ambas as equipes. Mesmo assim, com melhor toque de bola, aos 29 os habilidosos Luan e Everton tabelaram e só pararam no zagueiro Henrique, que afastou o ataque gremista já dentro da área paulista. Aos 30 o Corinthians voltou a chegar. Numa linda jogada do lateral Fagner, com direito a um chapeuzinho em Michel, Mateus Vital cruzou na área e Geromel afastou. Aos 32 nova investida paulista. Após falta em Ralf, Sornoza cobrou curto para Fagner, que lançou muito forte para Clayson e a bola foi para a linha de fundo.

A melhor chance do primeiro tempo até então, no entanto, ocorreu aos 34. Num rápido ataque pela direita Clayson cruzou para o atacante Boselli que cabeceou à queima roupa. Paulo Victor fez grande defesa evitando a abertura do placar. Aos 38 minutos Juninho Capixaba chegou pela esquerda de ataque e cruzou, mas Ralf afastou. Um minuto depois Henrique fez uma falta por trás em Montoya na frente da área do Corinthians. Antes da falta, no entanto, Ramiro empurrou Kannemann na barreira e levou amarelo. Na cobrança – já aos 42 –  Luan cobrou por cima da barreira e a bola parou, caprichosamente, na trave. Na sequência do lance, após fazer uma falta, Juninho Capixaba acabou levando cartão amarelo.

Dois minutos depois o árbitro Marcelo de Lima Henrique marcou pênalti para a equipe gaúcha após a bola bater na mão de Fagner em cruzamento de Everton. Após pressão dos jogadores do Corinthians o árbitro foi consultar o VAR e acabou desmarcando o lance, levando o técnico Renato à loucura, no último lance de perigo antes do fim do primeiro tempo.

SEGUNDO TEMPO

Foto: Lucas Uebel/GrêmioCom boa atuação no início da partida, Luan decaiu ao longo do segundo tempo e foi substituído por Thaciano
Com boa atuação no início da partida, Luan decaiu ao longo do segundo tempo e foi substituído por Pepê


Aos 30 segundos da segunda etapa, Vágner Love, que entrou no lugar de Boselli na equipe do Corinthians, recebeu de Ramiro e chutou no ângulo. Paulo Victor espalmou para escanteio. Na cobrança, Sornoza jogou na área e a zaga gremista afastou. Aos 2 minutos Ramiro encontrou novamente Love no ataque, que mais uma vez chutou para grande defesa de Paulo Victor. Somente nos primeiros minutos da segunda etapa Vágner Love fez mais que Boselli durante todo o primeiro tempo.

Aos 4, foi a vez do Grêmio chegar pela direita. No chute de Montoya a bola foi longe do gol defendido por Cássio. Aos 6, Montoya tentou de novo, mas outra vez o chute de fora da área foi parar na linha de fundo. Dois minutos depois novamente o Grêmio chegou. Num escanteio a bola ficou pipocando na área até Cássio chegar e fazer a defesa.  Buscando ser mais agudo, Renato trocou aos 14 da segunda etapa, coloca Thaciano no lugar de Montoya. Aos 17 o Corintians teve um escanteio. Na cobrança de Sornoza, Michel afastou.

Com Thaciano o Grêmio passou a apertar a saída do Corinthians, forçando a equipe paulista ao erro. O Tricolor passou a investir pelo lado direito. Aos 22, Leonardo cruzou, a bola desviou em Danilo Avelar e Cássio defendeu. Aos 23, Ramiro saiu para a entrada de Júnior Urso, que não atuava desde a final do Campeonato Paulista, em 14 de abril. Aos 24 minutos Mates Vital recebeu um passe com açúcar de Fagner dentro da área e, livre, acabou furando em bola.

Aos 27, Júnior Urso recebeu passe de Vágner Love e tentou o chute de fora da área. Fraca, a batida parou nas mãos de Paulo Victor. Aos 31 Juninho Capixaba recebeu na esquerda e tentou o cruzamento rasteiro, mas Ralf afastou o perigo. Se encaminhando para o fim da partida os treinadores efetivaram suas últimas trocas. Aos 35, Régis foi a campo no lugar de Sornoza, pelo Corinthians. Aos 37, Luan saiu para a entrada do jovem Pepê, no Grêmio. Aos 39 minutos, numa falta perigosa próxima à área, o Corinthians teve a chance com Fagner. Na cobrança, no entanto, a bola parou na barreira.

Aos 41, Mateus Vital fez grande jogada pela esquerda e cruzou na direção de Vágner Love, mas Pedro Geromel fez um corte providencial. Aos 47 minutos Michel ainda tentou de fora da área, mas Cássio agarrou firme. Aos 49, um lance plástico. Fagner cruzou e Danilo Avelar arriscou de bicicleta, mas Paulo Victor buscou. Ainda no mesmo minuto, o árbitro Marcelo de Lima Henrique encerrou a partida.

O Corinthians volta a jogar no próximo domingo, 19, contra o Athletico-PR, às 16 horas, na Arena da Baixada. O Grêmio, por sua vez, vai a Arena Castelão enfrentar o Ceará, também no próximo domingo às 16 horas.

CAMPEONATO BRASILEIRO

Data e horário: Sábado, 11 de maio, 19 horas;
Local: Arena Itaquera, em São Paulo;
Arbitragem: Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique, com Rodrigo Correa e Silbert Faria Sisquim;
Vídeo: Rodrigo Miranda, com Pathrice Corrêa Maia e Daniel do Espírito Santo Parro;
Cartões amarelos: Mateus Vital (Corinthians) e Ramiro (Corinthians); Juninho Capixaba (Grêmio), Leonardo (Grêmio), Michel (Grêmio) e Kannemann (Grêmio).

CORINTHIANS (0)
Cássio; Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Ramiro (Júnior Urso) e Sornoza (Régis); Clayson, Matheus Vital; Boselli (Vágner Love).
Técnico: Fábio Carille

GRÊMIO (0)
Paulo Victor; Leonardo, Pedro Geromel, Kannemann e Juninho Capixaba; Michel, Matheus Henrique, Montoya (Thaciano), Luan (Pepê) e Everton; André (Felipe Vizeu).
Técnico: Renato Portaluppi