Libertadores 28/08/2019 21h03 Atualizado às 00h18

Inter só empata com o Flamengo no Beira-Rio e está eliminado

Colorado não consegue reverter a vantagem do time carioca, que segue em frente para pegar o Grêmio nas semifinais

Acabou a Copa Libertadores da América para o Internacional. Na noite desta quarta-feira, 28, no Beira-Rio, a equipe gaúcha não exerceu a sua força de mandante e apenas empatou, por 1 a 1, com o Flamengo, que assim se classificou às semifinais do torneio, onde enfrentará o Grêmio, algoz do Palmeiras na terça, 27, em São Paulo.

O Colorado agora concentra as suas forças em outras duas competições. No sábado, 31, às 21 horas, terá a visita do Botafogo pela 17ª rodada do Brasileirão. Na quarta-feira seguinte, 4 de setembro, o Inter receberá o Cruzeiro pelas semifinais da Copa do Brasil e terá a vantagem de jogar pelo empate para ser finalista, pois venceu por 1 a 0 no primeiro duelo, em Belo Horizonte, no dia 7 de agosto.

PRIMEIRO TEMPO
O jogo começou em alta rotação. Antes de fechar o primeiro minuto, Arrascaeta disparou o tiro da meia direita e Marcelo Lomba espalmou a bola para o lado. No segundo minuto, Gabriel Barbosa foi lançado sem marcação entre os zagueiros colorados e da meia-lua tocou em cima do goleiro, que cedeu o escanteio. Sustos na torcida alvirrubra no início da partida.

O Internacional se livrou da pressão e passou a rondar a área adversária, mas com dificuldade para finalizar. Somente aos 11 minutos o time da casa conseguiu a primeira boa conclusão. D'Alessandro cobrou escanteio da direita e Rodrigo Moledo cabeceou sobre a meta. O domínio da bola continuava com o Flamengo, que trocava passes sem ser apertado na marcação e chegava até dentro da área colorada com facilidade. Everton Ribeiro, com liberdade, arriscou outro tiro de longe aos 21 e Lomba segurou firme no centro do gol. Dois minutos depois foi a vez de Bruno Henrique testar o goleiro colorado, que cedeu o escanteio.

O setor de meio-campo rubro-negro predominava sobre o colorado, que era pouco combativo e não fazia a aproximação ao isolado centroavante Paolo Guerrero. O Inter não conseguia se organizar ofensivamente e ainda dava espaços para as tramas do oponente. Em contragolpe aos 37 minutos, Filipe Luís mandou o tiro do bico da grande de área e Marcelo Lomba fez outra importante defesa.

A primeira chute finalizador do Inter apareceu somente aos 42 minutos. Patrick recebeu o cruzamento na meia-lua e bateu cruzado, à esquerda de Diego Alves, para fora. Na sequência, dentro da área, Gabriel tentou encobrir Lomba, que ficou coma bola. O duelo centroavante x goleiro se repetiu logo depois, aos 44. A zaga do Inter parou, Bruno Henrique deixou Gabigol à vontade para marcar na saída de Lomba e a finalização foi pela linha de fundo.

SEGUNDO TEMPO
A bola mal havia começado a rolar na etapa final quando o técnico chamou Nico López para ingressar no lugar de Rafael Sobis. Em seguida, o treinador colorado convocou Wellington Silva para ir a campo na vaga de Uendel – o meia Patrick foi para a lateral esquerda. Duas modificações nos primeiros 10 minutos com o objetivo de dar maior ofensividade ao time.

Aos 17 minutos, D'Alessandro cobrou falta da esquerda no primeiro poste e Rodrigo Lindoso cabeceou para a rede – Inter 1 a 0. O árbitro assistente de vídeo verificou o lance, Patricio Loustau revisou as cenas à beira do gramado e confirmou o gol aos 22 minutos. Mas o Flamengo era perigoso e tinha mais espaço para o contra-ataque. Bruno Henrique recebeu na frente da área, se livrou da marcação e bateu forte para boa defesa de Lomba aos 27. O jogo era quente e o Colorado tramou de pé em pé aos 37 minutos até o chute de Wellington Silva, que passou sobre o alvo.

Quando Sarrafiore foi para o jogo no lugar do zagueiro Víctor Cuesta, o Flamengo chegou ao empate. O atacante argentino perdeu a bola no campo ofensivo, Bruno Henrique puxou o contragolpe de costa a costa e rolou na área para Gabriel Barbosa, livre, escorar a bola para o fundo da rede – 1 a 1 aos 39 minutos. Patricio Loustau deu jogo até os 53 minutos e a torcida rubro-negra aumentou o tom nas arquibancadas, enquanto muitos colorados já deixavam o estádio. Final com eliminação do Colorado.

COPA LIBERTADORES DA AMÉRICA 2019
QUARTAS DE FINAL – JOGO 2
INTERNACIONAL 1 a 1 FLAMENGO

Data e hora: 28 de agosto, quarta-feira, 21h30
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre
Arbitragem: Patricio Loustou, com Juan Pablo Belatti e e  Gabriel Chade; Vídeo: Fernando Rapallini (Argentina)
Cartões amarelos: Rafael Sobis, D'Alessandro, Víctor Cuesta, Rodrigo Lindoso e Edenilson (Internacional); Cuéllar, Diego Alves e Filipe Luís (Flamengo)
Gol: Internacional – Rodrigo Lindoso (17/2ºT); Flamengo – Gabriel Barbosa (39/2ºT)

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta (Sarrafiore) e Uendel (Wellington Silva); Rodrigo Lindoso, Edenilson, Patrick, D’Alessandro e Rafael Sobis (Nico López); Paolo Guerrero
Técnico: Odair Hellman

FLAMENGO
Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís (Renê); Cuéllar (Piris da Mota), Gerson e De Arrascaeta; Everton Ribeiro (Berrío), Gabriel Barbosa e Bruno Henrique
Técnico: Jorge Jesus


MAIS LIDAS