Futebol 10/09/2019 22h02 Atualizado às 18h10

Missão do Inter é voltar vivo na Copa do Brasil

Colorado trava contra o Athletico, esta noite, a primeira batalha final do torneio nacional e a segunda será em sua casa na quarta que vem

O Internacional encara nesta quarta-feira à noite, a partir das 21h30, a primeira de duas batalhas finais contra o Athletico-PR pelo título da Copa do Brasil 2019. O confronto é na Arena da Baixada, casa do time paranaense, que eliminou o Grêmio, o arquirrival do Colorado, no mesmo local, nas cobranças de pênalti, após vencer por 2 a 0 com bola rolando na segunda partida das semifinais, há uma semana. Ciente da pressão que vai encontrar no caldeirão rubro-negro, a equipe gaúcha conta com os seus principais jogadores para vencer ou ao menos empatar e cumprir a missão de voltar vivo para a finalíssima, que será no seu estádio, o Beira-Rio, na próxima quarta-feira.

A última vez que o Internacional disputou a decisão da Copa do Brasil foi há exatamente dez anos, quando o título ficou com o Corinthians – vitória do time paulista por 2 a 0 em São Paulo e empate por 2 a 2 em Porto Alegre. A torcida colorada não comemora um título nacional há 27 anos. Em 1992, conquistou a sua única taça da Copa do Brasil em cima do Fluminense, com derrota de 2 a 1 no Rio de Janeiro e triunfo por 1 a 0 na capital gaúcha – o gol marcado fora de casa contou em dobro para o desempate.

Enquanto o Internacional está em sua terceira decisão do torneio nacional de mata-mata, o Athletico Paranaense disputa o título pela segunda vez na história. Em 2013 foi superado pelo Flamengo nas finais, com empate por 1 a 1 no primeiro jogo, em Curitiba, e derrota de 2 a 0 no segundo, no Rio de Janeiro. Na próxima quarta-feira, no Beira-Rio, o campeão da Copa do Brasil vai comemorar, além do título, a conquista de uma vaga na fase de grupos da Libertadores da América do ano que vem e uma bolada de dinheiro: R$ 52 milhões – cada um dos finalistas já embolsou R$ 12,35 milhões pelas três fases anteriores.

As duas equipes treinaram no sintético da Arena da Baixada para finalizarem os preparativos ao jogo desta quarta-feira. Os técnicos mantiveram mistérios, mas a tendência é que repitam as escalações iniciais das vitórias sobre Grêmio e Cruzeiro na última quarta-feira. O Inter tem dois jogadores pendurados com dois cartões amarelos: os atacantes Nico López e Rafael Sobis. No Athletico, são três: o atacante Rony e os meias Bruno Guimarães e Lucho González.

COPA DO BRASIL

Arena da Baixada – Curitiba

Nesta quarta-feira, 21h30

ATHLETICO-PR
Santos; Khellven ou Madson, Robson Bambu, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington, Bruno Guimarães e Léo Cittadini; Nikão, Marco Ruben e Rony Técnico: Tiago Nunes

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Bruno Vieira, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Uendel ou Zeca; Rodrigo Lindoso, Edenilson, Patrick e D’Alessandro; Nico López e Paolo Guerrero Técnico: Odair Hellmann

Arbitragem: Raphael Claus (SP), com Rodrigo Henrique Corrêa (RJ) e Neuza Inês Back (SP) Vídeo: Rodrigo Ferreira do Amaral (SP), com Caio Max Vieira (RN) e Fabrício Porfírio de Moura (SP)
Rádio: Gazeta FM 107.9 e Rio Pardo FM 103.5
TV: RBS TV, Sportv e Premiere

Jogadores dos dois lados pregam respeito mútuo

Marcelo Lomba pelo Internacional e Léo Cittadini no Athletico-PR foram os jogadores escalados para as entrevistas coletivas pós-treinamentos nessa terça-feira em Curitiba. Os discursos foram muito semelhantes, de respeito mútuo e cuidados em tempo integral nos jogos para não deixar o título escapar.

O goleiro colorado lembrou a evolução do Furacão nas últimas temporadas. “A palavra não é preocupação, mas sim respeito. A equipe deles vem bem desde o ano passado. Nós já sabíamos que iam dar trabalho e que estavam entre os favoritos. Os dois times darão o melhor em campo”, projetou Marcelo Lomba.

Um dos líderes entre os jogadores, o goleiro garantiu que o elenco está unido e concentrado para vencer nas finais. Além disso, ressaltou a experiência do ídolo dos colorados. “O D’Alessandro já nos falou das decisões que disputou. Tenho certeza que ele vai puxar o grupo no vestiário. O nosso elenco está muito amadurecido”, sublinhou Lomba.

O meia Léo Cittadini recomendou vigilância ao ataque colorado do começo ao fim para o Athletico não ser surpreendido em casa. “O Inter tem jogadores muito experientes e todo o time merece respeito pelo trabalho que eles fazem até aqui. Mas nós estamos preparados para fazer o melhor e dar alegria à nossa torcida”, frisou.