Copa do Brasil 11/09/2019 21h22 Atualizado às 23h45

Athletico-PR derrota o Internacional em Curitiba

Para ficar com o título do torneio, Colorado terá de vencer por dois ou mais gols no duelo de volta, no Beira- Rio

O Internacional perdeu para o Athletico-PR por 1 a 0 na noite desta quarta-feira, 11, na Arena da Baixada, em Curitiba, no primeiro duelo das finais da Copa do Brasil. O resultado obriga o time gaúcho a vencer por dois ou mais gols de diferença no confronto da volta, que será na próxima quarta-feira, 18, às 21h30, no Beira-Rio. Se devolver o 1 a 0, o campeão será definido nos pênaltis.

Para ficar com o título, o Furacão joga por um, novo triunfo ou empate. Antes da decisão, o Inter enfrenta o Atlético-MG no domingo que vem, às 11 horas, no Independência, em Belo Horizonte, pela 19ª rodada do Brasileirão, a última do primeiro turno.

PRIMEIRO TEMPO

O duelo começou movimentado e o Athletico-PR dominou as ações nos primeiros minutos. Porém, os donos da casa cedia espaços e o Internacional também conseguia ocupar o campo de ataque. Aos 12, D'Alessandro lançou para Nico López, que invadiu a área e mandou para fora. O Furacão respondeu na sequência com Rony, que finalizou muito perto da trave direita de Marcelo Lomba.

Mesmo sendo pressionado, o time gaúcho marca presença no sistema ofensivo. Aos 21, Edenilson tocou para Nico, que bateu fraco e Santos defendeu com tranquilidade. O Athletico-PR encontrava brechas para superar a defesa adversária. Aos 23, Léo Cittadini chutou, com perigo, à esquerda do gol de Lomba. Depois de um início eletrizante e com chances para os dois lados, o confronto esfriou e terminou sem bola na rede.

SEGUNDO TEMPO

O Atlhetico-PR voltou do intervalo com a mesma postura agressiva. Entretanto, os visitantes quase saíram na frente aos 4 minutos. Patrick ficou com a sobra e bateu na rede, pelo lado de fora. O Inter assustou novamente aos 9. Guerrero serviu Edenilson, que arrematou e a bola desviou na zaga. Quando a equipe gaúcha era melhor, o Furacão abriu o placar. Bruno Guimarães tabelou com Marco Ruben e concluiu no ângulo esquerdo de Marcelo Lomba, que nada pôde fazer – 1 a 0, aos 13 minutos.

Em busca de uma maior movimentação ofensiva, Odair Hellmann colocou Wellington Silva na vaga de Nico López. Por pouco, o Furacão não ampliou aos 28. Roney fez grande jogada individual e soltou uma bomba para defesaça de Lomba. Na segunda troca, Nonato substituiu Edenilson. Em seguida, Lindoso iria finalizar na pequena área, mas Wellington apareceu e tocou para Santos, que segurou firme. A última cartada de Odair foi a entrada de Rafael Sobis no lugar de D'Alessandro. Aos 45, o camisa 23 recebeu de Guerrero e chutou pela linha de fundo.

COPA DO BRASIL
FINAL - JOGO 1
ATHLETICO-PR 1 a 0 INTERNACIONAL

Data e horário: Quarta-feira, 11 de setembro, 21h30
Local: Arena da Baixada, em Curitiba
Arbitragem: Raphael Claus (SP), com Rodrigo Henrique Corrêa (RJ) e Neuza Inês Back (SP)
Vídeo: Rodrigo Ferreira do Amaral (SP), com Caio Max Vieira (RN) e Fabrício Porfírio de Moura (SP)
Cartões amarelos: Nikão, Khellven e Wellington (Athletico-PR)
Gol: Athletico-PR - Bruno Guimarães (13/2ºT)

ATHLETICO-PR
Santos; Khellven, Robson Bambu, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington, Bruno Guimarães e Léo Cittadini (Thonny Anderson); Nikão, Marco Ruben (Marcelo Cirino) e Rony (Lucho González)
Técnico: Tiago Nunes

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Bruno Vieira, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenilson (Nonato), Patrick e D’Alessandro (Rafael Sóbis); Nico López (Wellington Silva) e Paolo Guerrero
Técnico: Odair Hellmann