Mercedes-Benz Challenge 07/10/2019 21h57 Atualizado às 12h02

Piloto de Santa Cruz faz avaliação positiva de prova em Cascavel

Fernando Júnior teve problemas no início e no fim abriu na disputa pelo título

Fernando Júnior foi a Cascavel no fim de semana com o objetivo de somar o máximo possível de pontos e se manter na liderança do Mercedes-Benz Challenge com uma diferença ainda maior em relação ao segundo colocado. A pista abrasiva do Autódromo Zilmar Beux e as condições adversas do clima dificultaram a vida dos pilotos, e o santa-cruzense chegou a ver a sua meta ser ameaçada no momento em que teve o pneu dianteiro direito do seu CLA 45 AMG furado. Contudo, no fim o azar deu lugar à sorte, pois seus principais concorrentes ao título também tiveram problemas e terminaram nas últimas posições.

Além de ter um dos traçados mais velozes e desafiadores do País, o circuito de Cascavel recebeu a chuva como mais um componente de dificuldade para as tomadas de tempo e na prova da sexta etapa do MB Challenge. Fernando largou da oitava colocação, com seu principal rival pela ponta do campeonato, Felipe Tozzo, da Mottin Racing, na pole position. Betão Fonseca, outro candidato ao título e companheiro do santa-cruzense na CenterBus Sambaíba, partiu do sexto lugar.

A sorte não começou com Fernando Júnior. Quando havia 13 minutos de prova, o pneu dianteiro direito furou logo após ele passar a entrada de box, perdendo muito tempo para completar a volta e fazer a troca. O carro estava bom e disputaria a ponta se não houvesse o problema. O santa-cruzense iniciou uma corrida de recuperação e acabou contando com o azar também de seus dois concorrentes. Tozzo e Betão Fonseca tiveram de abandonar a prova e não pontuaram.

Assim, Fernando cruzou a linha de chegada em sexto lugar, o que lhe rendeu a ampliação da diferença na liderança do campeonato: ele tem 94 pontos contra 83 de Tozzo e 73 de Betão. O santa-cruzense avaliou a disputa como positiva, mas lembrou que a competição ainda está aberta. “Foi uma corrida legal. Apesar do problema com o pneu, o carro estava bom, anotamos a volta mais rápida da prova (1min11s894). Poderíamos ter ampliado mais ainda a vantagem, mas o saldo foi positivo para o campeonato. Agora é se concentrar para a prova do Velopark. Continuamos a luta”, frisou.

A corrida no circuito de Nova Santa Rita será a penúltima da temporada do MB Challenge, no dia 27 deste mês. Depois, a grande final ocorrerá em 8 de dezembro no Autódromo José Carlos Pace, popular Interlagos, em São Paulo, com pontuação ampliada. Fernando Júnior corre atrás do seu terceiro título da categoria – venceu em 2015 e 2017 – e tem o apoio da Pitt Jeans, Xuk Bebidas e Transportes Mähler nessa iniciativa.

Como está
Situação do campeonato após seis etapas

Copa CLA 45 AMG
1. Fernando Júnior, 94
2. Felipe Tozzo, 83
3. Betão Fonseca, 73
4. Raijan Mascarello, 66

Copa C250
1. Claudio Simão, 114
2. Max Mohr, 86
3. Daniel Kelemen, 79
4. Boiko Jr. ,62
5. Beto Rossi, 62

Próxima etapa: Velopark, Nova Santa Rita, dia 27 deste mês