Brasileirão 09/10/2019 20h26 Atualizado às 22h30

Lento e sem força, Inter perde para o CSA em Maceió

Colorado marca passo no alto da tabela e dá ânimo para o desesperado time alagoano

O Internacional voltou a tropeçar em uma equipe assombrada pelo fantasma do rebaixamento no Brasileirão na noite desta quarta-feira, 9. Apesar de ter maior volume de jogo em todo o confronto com o CSA, a equipe gaúcha não foi efetiva no ataque e viu Uendel cometer um pênalti infantil que se transformou no gol da vitória do time alagoano, por 1 a 0, em Maceió, pela 24ª rodada.

Durante o primeiro tempo, o Colorado chegou a balançar a rede da equipe alagoana em duas oportunidades com Guilherme Parede, mas em ambas o atacante estava em impedimento. Na segunda delas, houve pênalti sobre Neilton na origem da jogada, mas o assistente de vídeo não recomendou a revisão pelo juiz principal.

Na segunda etapa, D'Alessandro, recuperado de lesão na coxa direita, ingressou no lugar de Neilton, mas o time de Odair Hellmann continuou lento e sem objetividade. Aos 19 minutos, Uendel derrubou Dawhan na área e Vinícius Furlan marcou o pênalti em cima do lance. Jonathan Gómez cobrou e anotou o gol do CSA aos 21.

A reação colorada foi tímida, sem força, e a derrota brecou a tentativa de se aproximar do G-4, a zona de classificação direta para a fase de grupos da Copa Libertadores da América de 2020. O próximo compromisso do Internacional será contra o Santos no domingo, 13, às 16 horas, diante dos seus torcedores no Beira-Rio, onde devem surgir novos protestos pela irregularidade da equipe comandada pelo técnico Odair Hellmann.

BRASILEIRÃO 2019 – 24ª RODADA
CSA 1 a 0 INTERNACIONAL

Data e hora: 9 de outubro, quarta-feira, 19h15
Local: Rei Pelé, em Maceió
Arbitragem: Vinícius Furlan, com Emerson Augusto de Carvalho e Enderson Turbiani da Silva (SP); Vídeo: Rodrigo Ferreira do Amaral (SP), com Marcelo de Lima Henrique (RJ) e Carlos Cardoso de Souza (RJ)
Cartões amarelos: Ricardo Bueno (CSA); D'Alessandro e Nico López (Internacional)
Gol: CSA – Jonathan Gómez (21/2ºT)

CSA
Jordi; Apodi (Bruno Alves), Ronaldo Alves, Luciano Castán e Carlinhos; Naldo, Dawhan, Jean Cléber e Jonathan Gómez; Bustamante (Jarro Pedroso) e Ricardo Bueno (Alecsandro)
Técnico: Argel Fucks

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Heitor, Emerson Santos (Klaus), Víctor Cuesta e Uendel (Wellington Silva); Rodrigo Lindoso, Edenilson, Patrick, Neilton (D'Alessandro) e Nico López; Guilherme Parede
Técnico: Odair Hellmann