Brasileirão 07/11/2019 19h41 Atualizado às 21h52

Inter joga mal na Arena Castelão e leva 2 a 0 do Ceará

Fora de casa, Colorado erra muito e sofre a segunda derrota consecutiva no Brasileiro. Domingo enfrenta o Fluminense no Beira-Rio

Mais uma vez jogando abaixo do esperado pelo torcedor, o Internacional foi derrotado na noite desta quinta-feira, na Arena Castelão, pelo o Ceará, por 2 a 0, com gols de Thiago Galhardo aos 41 minutos do primeiro tempo e Mateus Gonçalves, aos 41 da segunda etapa. Com a derrota, o Inter cai para a 8ª colocação no Campeonato Brasileiro e irá buscar a reabilitação no próximo domingo, diante do Fluminense, às 16 horas, no Estádio Beira-Rio.

PRIMEIRO TEMPO

O primeiro lance de perigo foi do Ceará. Aos 5 minutos de partida, William Oliveira chutou forte de fora da área com a perna esquerda e a bola passou perto do gol defendido por Danilo Fernandes. Aos 12, Thiago Galhardo fez grande jogada pela esquerda, passou para Pedro Ken no meio, que chutou de primeira, mas Patrick bloqueou e salvou o Inter. Aos 21, numa saída errada do ex-colorado Fabinho, o Inter chegou pela primeira vez. Patrick roubou a bola do camisa 19 e avançou em velocidade na área do time cearense, chutando de perna esquerda para fora.

O lance pareceu acordar o time gaúcho. Na jogada seguinte, D'Alessandro passou para William Pottker dentro da área, mas o atacante do Inter acabou se enrolando e perdendo a bola. Aos 26, novamente em uma saída errada do Ceará, desta vez com Luiz Otávio, Patrick recuperou a bola e, já dentro da área, mandou uma bomba ao gol. O goleiro Diogo Silva operou um milagre, salvando o time cearense. Quando o Inter parecia dominar as ações da partida, o Ceará abriu o placar. Aos 41 minutos, em um lançamento de Felipe Baxola à direita da área do Inter, Samuel Xavier cruzou na cabeça de Thiago Galhardo, que empurrou para o fundo das redes: Ceará 1 a 0 Internacional.
 

Foto: Ricardo Duarte/InternacionalMais uma vez apagado em campo, Paolo Guerrero não conseguiu levar vantagem sobre a defesa do Ceará
Mais uma vez apagado em campo, Paolo Guerrero não conseguiu levar vantagem sobre a defesa do Ceará


SEGUNDO TEMPO

Logo aos 3 minutos do segundo tempo o Inter teve a chance de empatar a partida. Bruno Silva roubou a bola de Ricardinho e tocou para Paolo Guerrero. Sem goleiro, o camisa 9 colorado chutou para fora, perdendo um gol incrível. Aos 18 minutos, em grande jogada de D'Alessandro pela direita de ataque, o camisa 10 cruzou na cabeça de Patrick, que cabeceou em direção ao gol. Bruno Silva completou o lance, mas o goleiro Diogo Silva fez grande defesa, salvando o que seria o empate do Inter.

Aos 36 minutos, D'Alessandro cobrou uma falta, mas Valdo afastou. No rebote, Patrick tentou dominar, mas a bola acabou pegando na mão e o árbitro Wilton Pereira Sampaio marcou a infração a favor do Ceará. Aos 41 minutos do segundo tempo, o Ceará chegou ao segundo gol. Bergson recebeu na área e chutou, mas Danilo Fernandes fez grande defesa. No rebote, Lindoso tentou afastar, mas deu no pé de Mateus Gonçalves, que chutou no canto esquerdo do arqueiro colorado para marcar e dar números finais à partida: Ceará 2 a 0 Internacional.

BRASILEIRÃO
31ª RODADA
CEARÁ 2x0 INTERNACIONAL

Data e horário: Quinta-feira, 7 de novembro, às 19h30
Local: Arena Castelão, Fortaleza
Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio, com Fabrício Vilarinho da Silva e Leone Carvalho da Rocha (GO)
Vídeo: Elmo Alves Resende Cunha, com Jefferson Ferreira de Moraes e Edson Antônio de Sousa (GO)
Cartões amarelos: Bergson e Pedro Ken (Ceará); D'Alessandro e Patrick (Internacional)
Gols: Ceará - Thiago Galhardo (41/1ºT) e Mateus Gonçalves (41/2ºT)

CEARÁ
Diogo Silva; Samuel Xavier, Valdo, Luiz Otávio (Eduardo Brock) e João Lucas; William Oliveira (Pedro Ken), Fabinho, Ricardinho, Felipe Silva e Thiago Galhardo (Mateus Gonçalves); Bergson
Técnico: Adilson Batista

INTERNACIONAL
Danilo Fernandes; Heitor, Bruno Fuchs, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Patrick, Bruno Silva (Guilherme Parede), D’Alessandro e William Pottker (Wellington Silva); Paolo Guerrero (Rafael Sobis)
Técnico: Zé Ricardo