brasileirão 10/11/2019 09h54 Atualizado às 10h38

Duelo de opostos em Chapecó

Em busca da quinta vitória consecutiva e da manutenção no G-4, Grêmio enfrenta a Chapecoense, que ainda luta para não cair

A tabela do Brasileirão colocará frente a frente neste domingo, em Santa Catarina, times que vivem fases diferentes. Depois de confirmar a quarta vitória consecutiva e ingressar pela primeira vez no G-4, o Grêmio encara a Chapecoense a partir das 19 horas, na Arena Condá, em Chapecó, pela 32ª rodada do certame nacional. A equipe do Estado vizinho está no Z-4 e tenta escapar do rebaixamento para a Série B em 2020. No primeiro turno, houve empate por 3 a 3 na Arena.
O técnico Renato Portaluppi não poderá contar com o lateral-esquerdo Bruno Cortez e o volante Maicon, suspensos pelo terceiro cartão amarelo recebido na suada vitória por 2 a 1 sobre o CSA na última quinta-feira, na Arena. Juninho Capixaba e Rômulo, respectivamente, serão os substitutos. O comandante tricolor reconheceu a atuação irregular diante do time alagoano, mas festejou a meta alcançada, que era ingressar no G-4. O gol do triunfo saiu aos 48 minutos do segundo tempo. “Que sirva de lição. Não pode ter aquele foco dos outros três jogos e de repente achar que ganharíamos o jogo quando quiséssemos. Futebol é assim, se tiver chance, tem que matar. No final, a gente achou aquele gol”, comentou Renato.
Na Chape, os jogadores já demonstram total desconfiança no comando do clube. Antes do treino de sexta-feira, eles fizeram um protesto, entrando no campo sem uniforme. A reclamação é por atrasos de salários e de direitos de imagem, entre outros problemas. Após quase meia hora de conversa com o gerente de futebol, Michel Costa, e o técnico Marquinhos Santos, os atletas trabalharam e agora aguardam a quitação dos débitos.

BRASILEIRÃO

Arena Condá – Chapecó

Domingo, 19h

CHAPECOENSE
João Ricardo; Renato, Douglas, Hiago
e Bruno Pacheco; Márcio Araújo e Amaral; Camilo, Vinícius Locatelli e Roberto; Everaldo Técnico: Marquinhos Santos

GRÊMIO
Paulo Victor; Léo Moura ou Rafael Galhardo, Pedro Geromel, Kannemann e Juninho Capixaba; Rômulo e Matheus Henrique; Alisson, Diego Tardelli e Everton; Luciano Técnico: Renato Portaluppi

Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique, com Rodrigo Corrêa e Carlos Henrique de Lima Filho Vídeo: Carlos Eduardo Nunes Braga, com João Batista de Arruda e Carlos Henrique Cardoso de Souza (RJ)
Rádio: Gazeta FM 107.9, Gazeta FM 98.1 e Rio Pardo FM 103.5; TV: Sportv e Premiere