Ciclo encerrado 07/01/2020 13h06

Tricampeão anuncia fim da Big Fighters

Academia de Maurício “Big” Castilho teve 3,5 mil alunos nas artes marciais e contribuiu com eventos e ações sociais de Santa Cruz

O tricampeão mundial de muay thai, Maurício “Big” Castilho, anunciou ontem o fim da academia Big Fighters, por meio de um vídeo divulgado em rede social. “Serei sempre grato a cada um de vocês que contribuíram, de alguma forma, para o crescimento da academia. Foram milhares de alunos, muitos eventos e ações sociais. Sempre buscamos fazer o bem e evoluir”, disse Big.

A justificativa do lutador para o encerramento das atividades em Santa Cruz é a busca por novos objetivos. Foram oito anos de formação nas artes marciais, com cerca de 3,5 mil alunos desde janeiro de 2012.
Big viajou para os Estados Unidos em setembro para ter acesso a novas técnicas de ensino do muay thai e kickboxing. Ele pretende iniciar projetos para buscar a evolução pessoal e do esporte. “O maior objetivo é expandir a Big Fighters para outros países”, revelou.

LEIA MAIS
Maurício ‘Big’ Castilho vai para o Mundial por dois títulos
Maurício ‘Big’ Castilho e o cinturão mais valioso da história
Maurício ‘Big’ Castilho alcança o ápice da carreira
Big volta para a Tailândia em março em busca do tri mundial


Big foi a principal atração da Copa dos Campeões em 2017, no Ginásio Poliesportivo, ao vencer Roger da Cruz por nocaute. No ano seguinte, Santa Cruz voltou a receber o evento. Outras quatro edições da Copa RS foram disputadas na cidade. Com todas as ações, a Big Fighters distribuiu cerca de 5 toneladas de alimentos por meio dos ingressos solidários. “Além do que arrecadamos de alimentos, conseguimos recolher brinquedos para doação durante as campanhas do Natal Fraterno, da Prefeitura”, salienta.

Em 2017 e 2018, Big faturou o cinturão na Tailândia na categoria mais de 91 quilos. Em 2019, a conquista veio na categoria até 91 quilos. Em 2013, 2014 e 2016, o atleta já havia subido no pódio, mas nos degraus inferiores.