VALE TAÇA 18/01/2020 11h22 Atualizado às 11h59

Grêmio e Pelotas abrem o ano com a Recopa Gaúcha

Campeão do Gauchão no último ano encara o detentor do título da Copa Seu Verardi no domingo, às 16 horas, na Boca do Lobo

O primeiro título do ano no Rio Grande do Sul será conquistado no domingo por Grêmio ou Pelotas. O atual campeão gaúcho enfrenta o campeão da Copa FGF, que no ano passado recebeu a alcunha de Seu Verardi, em homenagem ao funcionário mais longevo do Grêmio, falecido em abril passado.

A partida única da Recopa Gaúcha será no Estádio Boca do Lobo, a casa áureo-cerúlea, às 16 horas. O Pelotas busca o bi – já levou a taça em 2014 diante do Internacional, na primeira edição da competição. O Grêmio também quer a segunda conquista. No ano passado, bateu o Avenida.

O Grêmio terá a equipe de transição em campo. No último teste, contra o Juventude na quarta-feira em Flores da Cunha, vitória por 2 a 0, com gols de Ferreira e Da Silva. Para reforçar o grupo, o zagueiro Rodrigues e os meias Darlan e Patrick deixaram os treinos do elenco principal e se apresentaram ao técnico Thiago Gomes.

No início do mês, o treinador esteve à frente da seleção gaúcha sub-23 em Montevidéu, para dois amistosos contra a seleção olímpica uruguaia. Do time de transição do Grêmio, 14 jogadores estiveram na convocação. A viagem terminou com uma vitória por 2 a 1 e um empate em 1 a 1. “Conheço a força do Pelotas e de sua torcida. Temos de cuidar a bola parada. Jogaremos para ser campeões. É uma grande oportunidade, envolve um título profissional. Nosso time é qualificado, e uma conquista muda a evolução dos atletas”, ressaltou Gomes.

O treinador acredita que a Recopa é uma aproximação com o grupo principal. “O trabalho de base do Grêmio é de excelência. Tenho de agradecer a confiança dos dirigentes na equipe de transição. Nosso trabalho complementa o que é feito na base, e temos de nos espelhar no modelo usado no time de cima”, concluiu. Já o Pelotas disputou o último amistoso no dia 9, com derrota em casa para o Esportivo por 1 a 0. Durante a semana, o técnico Picoli buscou melhorar os movimentos da equipe e aproveitou para observar variantes táticas que poderão ser colocadas em prática.

O capitão Thiago Costa atuou em 2019 na defesa e agora volta a ser volante. Para ele, o elenco está atento e assimilou as deficiências apresentadas. “O Gauchão é difícil, e quem errar mais será derrotado. Não dá para dar brecha. Daqui para a frente, não teremos espaço para falhas”, destacou.