Gauchão 08/03/2020 18h51 Atualizado às 21h06

Internacional vence o Brasil com facilidade em casa

Cheio de reservas, Colorado confirmou a primeira vitória no segundo turno do Estadual e a liderança do grupo A

Os reservas do Internacional deram conta do recado na segunda rodada do segundo turno do Gauchão e bateram o Brasil por 2 a 0 na noite deste domingo, 8, no Beira-Rio. Autor dos dois gols, o volante Patrick foi o nome do jogo, que marcou ainda a estreia do lateral-direito argentino Renzo Saravia. O Colorado alcançou os quatro pontos e se isolou na liderança do grupo A. Agora, as atenções se voltam para o Gre-Nal 424, o primeiro da história da Copa Libertadores da América na próxima quinta-feira, 12, a partir das 21 horas, na Arena.

PRIMEIRO TEMPO

O Internacional controlou as ações e criou duas boas oportunidades no começo da partida. Aos 3 minutos, D´Alessandro levantou na área e a bolou sobrou para Bruno Fuchs. O zagueiro escorou de cabeça e Rodrigo Moledo desviou por cima do gol de Matheus Nogueira, sem perigo. Aos 7, Nonato se projetou pelo meio, recebeu de Patrick e arriscou de canhota área. Atento, o goleiro do Xavante voou e evitou o gol colorado. 

Aos 29, Natanael cruzou da esquerda e Gustavo, sozinho, cabeceou pela linha de fundo, desperdiçando grande chance. Semprodução ofensiva, o Brasil apenas se defendia e assistia o adversário imprimir um ritmo mais forte, em busca do primeiro gol.

O duelo seguiu arrastado, com o Inter tentando encontrar alternativas e o Xavante todo fechado na defesa. Aos 36, Patrick avançou, driblou Lázaro, mas finalizou em cima de Matheus Nogueira, que salvou outra. O arqueiro do Brasil trabalhou novamente aos 41. Guilherme Pato cruzou para Gustavo, que desviou rasteiro e o camisa 1 defendeu à queima-roupa. A bola ainda tocou no peito no centroavante antes de sair pela linha de fundo.

SEGUNDO TEMPO

Com outra postura, o Brasil voltou melhor do intervalo e criou mais do que na primeira etapa. Logo a 1 minuto, Gabriel Poveda tabelou com Wesley e recebeu às costas da defesa do Inter. Danilo Fernandes precisou sair da área para tirar com os pés. Aos 5, Jarro fez jogada pela esquerda e colocou na entrada da área. Gegê pegou de primeira, mas finalizou por cima do gol do arqueiro colocado.

Aos 8, Coudet fez duas trocas simultâneas, colocando Marcos Guilherme e Thiago Galhardo nas vagas de Guilherme Pato e Nonato, respectivamente. Dois minutos mais tarde, o Inter perdeu uma chance incrível. Galhardo foi lançado por Natanael, driblou Matheus Nogueira e, com o gol aberto, arrematou para fora. No lance, o arqueiro xavante sentiu dores na coxa esquerda e foi substituído por Rafael Martins.

Depois de levar um susto, o Colorado dominou o jogo e largou na frente aos 16 minutos. O estreante lateral-direito Saravia cruza da direita na medida para Patrick, marcar de cabeça – 1 a 0. Aos 20, Galhardo lançou para Gustavo, que testou na trave.

Porém, aos 23, não teve jeito. Marcos Guilherme bateu escanteio na segunda trave. Patrick, de novo de cabeça, colocou no canto de Rafael Martins – 2 a 0. Só dava Inter. Saravia cruzou na medida para Gustavo, que concluiu rasteiro, pela linha de fundo. Não era a noite do camisa 25.

O Brasil só chegou aos 32, mas Ednei mandou sem direção. Aos 40, Natanael mandou de fora e Rafael Martins espalmou para escanteio. Aos 34, Patrick, o destaque da partida, saiu para a entrada de Praxedes e foi ovacionado pela torcida. No final, festa dos 15 mil torcedores pela vitória tranquila sobre o Xavante.

GAUCHÃO
2º TURNO - 2ª RODADA
GRUPO A
INTERNACIONAL 2 a 0 BRASIL

Data e horário: 8 de março, domingo, 19h
Local: Beira-Rio, em Porto Alegre
Arbitragem: Vinicius Amaral, com Rafael da Silva Alves e Cléber Gilmar Flores
Cartões amarelos: Natanael, Rodrigo Lindoso, Guilherme Pato e Praxedes (Internacional); Lázaro, Leandro Leite e Revson (Brasil)
Gols: Internacional - Patrick (16/2ºT e 23/2ºT)

INTERNACIONAL
Danilo Fernandes; Saravia, Rodrigo Moledo, Bruno Fuchs e Natanael; Rodrigo Lindoso, Guilherme Pato (Marcos Guilherme), Nonato (Thiago Galhardo) e Patrick (Praxedes); D'Alessandro e Gustavo
Técnico: Eduardo Coudet

BRASIL
Matheus Nogueira (Rafael Martins); Ednei, Lázaro, Heverton e Mateus Mendes; Leandro Leite e Revson; Gabriel Poveda (Wellington Simião), Gegê e Jarro Pedroso (Cristian); Wesley
Técnico: Gustavo Papa