Motociclismo 15/03/2020 19h27

Piloto dominicana morre em acidente na abertura do Goiás Superbike

Indy Muñoz perdeu o controle da motocicleta na Curva Zero, mesmo local em que Welles Lins perdeu a vida em agosto do ano passado

O motociclismo brasileiro teve mais uma perda neste domingo, 15. Durante a etapa de abertura da temporada 2020 do Goiás Superbike, no autódromo de Goiânia, a pilota dominicana Indiana Muñoz sofreu um grave acidente e morreu aos 29 anos.

A pilota ocupava a segunda colocação da classe 600cc quando passou reto na aproximação da Curva Zero. Indy, como era conhecida, sofreu ferimentos sérios e não resistiu. A prova acontecia sem presença de público por determinação do governo goiano pelo surto do coronavírus.

Muñoz nasceu na cidade de Dajabón, em 1990, mas fez toda sua trajetória no Brasil. Em 2013, foi campeã brasiliense e repetiu o feito em 2014 na categoria 1000cc. Indy também venceu a edição de 2016 das 100 Milhas de Interlagos na categoria 300cc. Além disso, foi tricampeã da Kawasaki Ninja 300 e campeã brasileira da Yamaha R3 Cup.

Foi a segunda vez em um espaço de pouco mais de sete meses que o Goiás Superbike registrou acidentes fatais. Em agosto de 2019, o brasiliense Welles Lins de Carvalho Balbino não resistiu após se chocar com uma barreira de proteção na classe SBK Escola 1000cc, que deixou de existir após o ocorrido.