Efeito do coronavírus 20/03/2020 07h45 Atualizado às 14h24

Libertadores ficará parada até 5 de maio

Além desse torneio, a Copa Sul-Americana, que ainda não tem os duelos da segunda fase definidos, continuará suspensa

A Conmebol confirmou, na quarta-feira, que a Copa Libertadores da América e a Copa Sul-Americana permanecerão suspensas até o dia 5 de maio. Inicialmente, a paralisação das duas competições era restrita às próximas semanas. No caso da Libertadores, a entidade havia suspendido somente a terceira rodada da fase de grupos, que seria disputada nessa semana. No outro torneio continental, ainda falta realizar o sorteio para definir os próximos confrontos, então sem datas definidas.

“A Conmebol, comprometida com a prevenção do Covid-19, sob o risco de sua expansão, e em salvaguarda dos jogadores, técnicos, delegados, árbitros, dirigentes, imprensa e torcedores, decidiu suspender as reuniões da Libertadores previamente agendadas, inicialmente até 5 de maio de 2020”, anunciou a entidade, por meio de um comunicado oficial. Além disso, a Sul-Americana, na ausência do sorteio para a segunda fase, também está temporariamente suspensa, até a mesma data”, completou a nota, publicada em uma rede social.

LEIA TAMBÉM:
Inter suspende atividades do grupo principal por tempo indeterminado
Copa América e Eurocopa são adiadas para o ano que vem
Grêmio anuncia medidas para combater o coronavírus


A Conmebol apontou a data de previsão do retorno dos campeonatos, mas não revelou detalhes sobre a nova tabela de jogos. É possível que tanto a Libertadores quanto a Sul-Americana sejam disputadas em datas reservadas anteriormente para a Copa América, que aconteceria em junho. O torneio de seleções foi adiada para o próximo ano.

Enquanto isso, Dominguez recomendou cuidado e atenção aos times em meio à pandemia do coronavírus. “Pedimos aos clubes que mantenham as devidas diligências para evitar a propagação do vírus e que cumpram os protocolos de prevenção sugeridos pelas autoridades competentes. É um momento de cooperação e responsabilidade para toda a comunidade e o futebol não pode ser ignorado”, disse o presidente Alejandro Dominguez.