Luto tricolor 31/07/2020 13h52 Atualizado às 15h02

Vice-presidente do Grêmio morre em decorrência da Covid-19

Dirigente tinha 68 anos e estava internado desde o último sábado

Um dos vice-presidentes do Grêmio, Marco Bobsin faleceu no final da tarde de quinta-feira, 30, no Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, aos 68 anos. O dirigente havia se recuperado da Covid-19 após mais de 100 dias internado, mas voltou ao hospital no sábado, 25. Segundo familiares, a causa da morte foi uma infecção abdominal.

O dirigente passou quase dois meses internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para superar a Covid-19. Há cerca de um mês, ele deixou o hospital na companhia do presidente Romildo Bolzan Júnior e do vice de futebol Paulo Luz.

Natural de Santo Antônio da Patrulha, Bobsin era sócio do Grêmio desde 1970 e estava em seu quarto mandato como conselheiro. Foi cofundador da Associação Grêmio Unido, mesmo movimento político do presidente Romildo Bolzan Júnior. Até mesmo por isso, foi chefe de gabinete da presidência ao longo dos dois primeiros mandatos de Bolzan.

Desde o fim do ano passado, porém, passou a integrar o Conselho de Administração do clube no lugar de Sergei Costa. Em nota, o Grêmio lamentou a morte do dirigente e ofereceu solidariedade à família. Marco Bobsin deixa a esposa, Graça Bobsin, e dois filhos, Mariane e Diego.