Fórmula 1 02/08/2020 12h10 Atualizado às 15h03

Com pneu furado, Lewis Hamilton vence o GP da Inglaterra

O britânico contou com um problema inesperado na última volta, mas conseguiu garantir o 87º triunfo

O piloto britânico Lewis Hamilton contou com a sorte neste domingo, 2, para vencer o GP da Inglaterra, em Silverstone, a quarta etapa da temporada na Fórmula 1. Com o pneu esquerdo dianteiro furado na última volta, o hexacampeão conduziu o carro da Mercedes com cuidado para receber a bandeirada. Com 87 vitórias, Hamilton ficou a quatro de igualar Michael Schumacher.

O holandês Max Verstappen, que havia colocado pneus macios duas voltas antes – aproveitando o fato do pneu esquerdo dianteiro do finlandês Valtteri Bottas, da Mercedes, ter furado -, ficou a cinco segundos de Hamilton. Ele ao menos conseguiu o ponto de bonificação pela volta mais rápida da corrida.

A prova também foi marcada pelo forte acidente de Daniil Kvyat no começo da corrida. O russo da Alpha Tauri perdeu o controle do carro na curva Becketts e sofreu a batida mais violenta da temporada até agora. Depois de ter sido convocado às pressas pela Racing Point para substituir Sergio Pérez, diagnosticado com coronavírus, Nico Hulkenberg sequer largou. Isso porque o carro do alemão apresentou um problema na unidade de potência.

Além de Hamilton e Bottas, Carlos Sainz Jr. (McLaren) e Kimi Raikkonen (Alfa Romeo) também tiveram o pneu dianteiro esquerdo furado. Isso porque as várias curvas de raio longo para a direita em Silverstone costumam comprometer os pneus do lado esquerdo. O dinamarquês Kevin Magnussen ficou de fora da corrida logo na primeira volta, depois de um toque de Alexander Albon, da Red Bull, na roda traseira do lado direito. O piloto da Haas perdeu o controle, saiu da pista e bateu na barreira de pneus.

Na classificação, Hamilton chegou a 88 pontos, enquanto Bottas soma 58 e Verstappen chegou a 52. Nos Construtores, a Mercedes tem 146, contra 78 da Red Bull Racing. No próximo domingo, 9, a etapa será novamente em Silvestone, no GP comemorativo aos 70 anos da Fórmula 1.

Confira a classificação do GP da Inglaterra:

1°) Lewis Hamilton (ING/Mercedes), em 1h28min01s283
2º) Max Verstappen (HOL/Red Bull), a 5s856
3º) Charles Leclerc (ALE/Ferrari), a 18s474
4º) Daniel Ricciardo (AUS/Renault), a 19s650
5º) Lando Norris (ING/McLaren), a 22s277
6º) Esteban Ocon (FRA/Renault), a 26s937
7º) Pierre Gasly (FRA/Alphatauri), a 31s188
8º) Alexander Albon (TAI/Red Bull), a 32s670
9º) Lance Stroll (CAN/Racing Point), a 37s311
10º) Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), a 41s857
11º) Valtteri Bottas (FIN/Mercedes), a 42s167
12º) George Russel (ING/Williams), a 52s004
13º) Carlos Sainz Jr. (ESP/McLaren), a 53s370
14º) Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo), a 54s205
15º) Nicholas Latifi (CAN/Williams), a 54s549
16º) Romain Grosjean (FRA/Haas), a 55s050
17º) Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo), a uma volta

Abandonaram a prova:
Daniil Kvyat (RUS/Alphatauri)
Kevin Magnussen (DIN/Haas)
Nico Hulkenberg (ALE/Racing Point)