Futebol 10/09/2020 08h21

Grêmio e Bahia jogam nesta quinta pela reabilitação

Em 17º na tabela, baixas obrigam o técnico Renato Portaluppi a escalar um time misto em Salvador, pela nona rodada

O Grêmio venceu o Fluminense na estreia do Brasileirão e depois acumulou cinco empates e uma derrota. Mesmo com o título conquistado no Gauchão, as críticas de torcedores e da imprensa se acumulam por causa das más atuações da equipe. A principal atitude da direção foi rescindir o contrato do meia Thiago Neves. Uma semana antes da retomada na Copa Libertadores, o Tricolor tem a oportunidade de se reabilitar na competição nacional nesta quinta-feira, 10, diante do Bahia, pela nona rodada. A partida começa às 19h15, no Estádio de Pituaçu, em Salvador.

O técnico Renato Portaluppi terá que lidar com seis desfalques: Victor Ferraz, Pedro Geromel, Kannemann, Maicon, Jean Pyerre e Pepê. Outro desafio é melhorar o desempenho ofensivo. Com cinco gols marcados, o ataque supera apenas o Coritiba, com quatro. O meia Isaque comentou sobre a cobrança recebida. “Isso nos incomoda, ninguém quer entrar para perder. Mas, do mesmo jeito, é motivação para a gente treinar cada vez mais. É momento de trabalhar mais e falar menos.”

LEIA TAMBÉM: Mais um empate: Grêmio fica no 1 a 1 contra o Atlético-GO

A delegação desembarcou na capital baiana na madrugada dessa quarta-feira, 9, após sete horas de atraso. O avião fretado não completou o pouso em razão da pista molhada e aguardou condições em Recife. Já no hotel, o elenco fez os testes de Covid-19 durante a madrugada. Com a logística prejudicada, o treino começou às 10 horas, no Barradão, estádio do Vitória.

O Bahia acertou com o técnico Mano Menezes, que tem contrato até dezembro de 2021. Enquanto ele não assume, Cláudio Prates segue como interino. A equipe deve ter o retorno do goleiro Douglas Friedrich, recuperado de lesão muscular. Ronaldo estará suspenso pelo terceiro amarelo e Edson assume a função de primeiro volante. Por estar vinculado ao Grêmio, Juninho Capixaba não joga e dará lugar a Zeca na lateral esquerda. O Bahia também busca recuperação. Venceu os dois primeiros jogos e depois emendou três empates e duas derrotas.

LEIA TAMBÉM: Cavani no Grêmio? Jornalista diz que sim, mas direção nega

Presidente descarta negociação com Cavani

O presidente Romildo Bolzan Júnior, que permaneceu na delegação em Salvador, afirmou que Edinson Cavani tem “tudo a ver” com o Grêmio. Porém, salientou a impossibilidade de o clube competir com o mercado europeu na questão financeira.

“O atrelamento do Cavani ao Grêmio é cultural. Tem tudo a ver. Tempos atrás fizemos uma consulta, não por videoconferência. Conversamos com o Cavani, ele debatia com outros clubes. Não é o Grêmio que competirá com clubes da Europa. Vamos voltar para a racionalidade. Não quero frustrar ninguém. Se um dia tivermos como fazer uma aquisição dessas, teremos o maior prazer. Mas neste momento, o jogador negocia na Europa, não temos como avançar. Pés no chão”, salientou.

LEIA TAMBÉM: Garoto de Santa Cruz fala com Cavani e fica famoso

De acordo com o jornal turco Milliyet, o Fenerbahçe teria oferecido 5 milhões de euros para contratar o centroavante uruguaio. Seria uma reposição para a vaga de Vedat Muriqi, vendido para a Lazio por 20 milhões de euros. Após deixar o PSG no fim de junho, o jogador de 33 anos foi sondado por alguns clubes. A Juventus, da Itália, ofereceu 6,5 milhões de euros por ano. Cavani pediu 12 milhões de euros para acertar.

LEIA MAIS SOBRE ESPORTES