Brasileirão 2020 10/09/2020 19h09 Atualizado às 21h48

Grêmio vence o Bahia e deixa a zona de rebaixamento

Com gols de Alisson e Darlan, Tricolor voltou a vencer e foi para o meio da tabela

O Grêmio venceu o pelo Bahia por 2 a 0 nesta quinta-feira, 10, com gols marcados por Alisson e Darlan, pela 9ª rodada do Brasileirão, no Estádio de Pituaçu, em Salvador. Com o resultado, o Grêmio ocupa a 10ª posição com 11 pontos, enquanto o Bahia é o 14º na tabela, com nove pontos. Na próxima rodada, o Grêmio enfrenta o Fortaleza na Arena, domingo, 13, às 16 horas. Matheus Henrique foi expulso e não joga. O Bahia também joga no domingo, às 18 horas, contra o Atlético-GO, novamente no Pituaçu.

O Grêmio chegou para a partida com seis desfalques, por lesão ou suspensão: Victor Ferraz, Pedro Geromel, Kanemann, Maicon, Jean Pyerre e Pepê. Dessa forma, o técnico Renato Portaluppi teria uma escalação praticamente mista. O Tricolor, que venceu apenas na estreia, acumulava seis jogos sem vencer na competição. O Bahia, com uma série de cinco jogos sem vitória, também teria desfalques. Juninho Capixaba não poderia atuar por ser vinculado ao Grêmio. Zeca foi liberado para resolver problemas familiares, assim como o goleiro Anderson. Desta forma, Matheus Bahia estrearia na lateral esquerda e Mateus Claus seria mantido no gol, já que Douglas Friedrich ainda se recupera de lesão muscular. Com Ronaldo suspenso, Edson seria o primeiro volante. Recém contratado para substituir Roger Machado, o técnico Mano Menezes acompanhou a partida no estádio.

O goleiro Vanderlei salvou logo no primeiro minuto. Rodriguinho lançou Élber, que aproveitou escorregada de Paulo Miranda para acionar Gilberto. O centrovante soltou a bomba e o goleiro gremista espalmou. Já aos cinco, Gilberto recebeu de Élber, mas finalizou sobre David Braz. Na marca dos 13, Ernando cruzou da linha de fundo pela direita e Juninho apareceu para finalizar, mas não conseguiu dar direção ao chute. O Grêmio ameaçou pela primeira vez aos 15. Alisson escorou para David Braz na grande área e o zagueiro bateu forte. Mateus Claus espalmou no canto direito. Aos 20 minutos, após troca de passes, Rodriguinho arrematou da entrada da área pela direita e Vanderlei espalmou no canto direito. Logo depois, Ernando desviou de cabeça, Juninho saiu na cara de Vanderlei e deu o passe para Gilberto cabecear. A bola foi por cima.

Apesar de não ser presente no ataque, o Grêmio abriu o placar aos 24 minutos. Bruno Cortez cobrou lateral na esquerda e Diego Souza subiu para dividir com Edson. A bola sobrou para Alisson soltar uma bomba na entrada da grande área, no canto direito de Mateus Claus. O Grêmio quase ampliou aos 27. Everton lançou por cima e Alisson encobriu o goleiro, mas não conseguiu completar de cabeça. Darlan chegou para tentar concluir, mas a defesa neutralizou. Aos 29, Everton recebeu de Cortez e acionou Diego Souza. O centroavante cabeceou por cima. Aos 41, Diego Souza recebeu de Alisson e ajeitou para Isaque na entrada da área, que mandou à direita, rente à trave. Aos 45, Orejuela abriu espaço na entrada da área e bateu forte de canhota. A bola saiu à direita. O domínio que era exercido pelo Bahia passou a ser do Grêmio após o placar ser aberto.

Darlan marcou o segundo gol gremista
(Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

Para a etapa final, o técnico Cláudio Prates optou pela saída do volante Edson para a entrada do atacante Rossi. Aos seis minutos, David Braz errou na saída e Rossi serviu Gilberto, que arrancou pelo meio e passou por Paulo Miranda. Vanderlei saiu para espalmar a conclusão. Em uma rápida troca de passes, o Grêmio ampliou aos oito minutos. Isaque encontrou Everton, que deu o passe na grande área para Darlan bater forte de canhota no canto direito. Já aos 12, Isaque roubou a bola na direita e arrancou até a grande área. A finalização saiu cruzada, sem perigo. Aos 13, o Bahia levou perigo. Rodriguinho girou sobre a marcação de Darlan e acertou a trave direita de Vanderlei no arremate. Aos 14, Rossi bateu cruzado e Vanderlei espalmou. Gilberto mandou por cima na sobra. Aos 18, Matheus Henrique foi expulso por matar um contra-ataque, quando Élber escapava pela esquerda. Aos 20, Élber se antecipou na grande área e desviou após cruzamento. Vanderlei salvou. Na sequência, após o escanteio, Rossi desviou e a bola passou por Rodriguinho na pequena área. Daniel saiu para a entrada de Clayson aos 21 no Bahia.

Com um a menos e sofrendo pressão do Bahia, o técnico Renato Portaluppi decidiu pela entrada de Luiz Fernando na vaga de Diego Souza aos 27, em uma alternativa de velocidade para os contra-ataques. E Luiz Fernando disparou pela esquerda para invadir a área e soltar a bomba de canhota. Mateus Claus espalmou para salvar. Aos 29, Luiz Fernando aproveitou sobra da defesa e bateu forte. Mateus Claus espalmou e Isaque foi bloqueado. Luiz Fernando ficou novamente com a bola e bateu colocado. A bola passou com perigo à esquerda. Já aos 31, Marco Antônio e Jadson entraram no Bahia, nas vagas de Rodriguinho e Nino Paraíba. O Bahia ficou com dez aos 32 com a expulsão de Gregore, após entrada dura em Orejuela. Aos 37, Lucas Silva foi para o jogo na vaga de Everton. No Bahia, Elton substituiu Gilberto. Aos 44, Renato promoveu três trocas: Guilherme Azevedo, Rodrigues e Rildo nas vagas de Alisson, Darlan e Isaque. No fim, o Grêmio priorizou a posse de bola para garantir a vitória.

FICHA TÉCNICA
BRASILEIRÃO 2020 – 9‘ RODADA
BAHIA 0 x 2 GRÊMIO


Local: Estádio Pituaçu, em Salvador
Data: 10/09/2020, quinta-feira
Horário: 19h15
Árbitro: José Mendonça da Silva Júnior (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Jefferson Cleiton Piva da Silva (PR)
VAR: Paulo Roberto Alves Júnior (PR)
Cartões amarelos: Nino Paraíba (Bahia); Darlan e Matheus Henrique (Grêmio)
Cartões vermelhos: Gregore (Bahia); Matheus Henrique (Grêmio)
Gols: Alisson (Grêmio) – 24min/1º e Darlan (Grêmio) – 8min/2º

BAHIA: Mateus Claus; Nino Paraíba (Jadson), Ernando, Juninho e Mateus Bahia; Edson (Rossi), Gregore, Daniel (Clayson) e Rodriguinho (Marco Antônio); Elber e Gilberto (Elton)
Técnico: Cláudio Prates (interino)

GRÊMIO: Vanderlei; Orejuela, Paulo Miranda, David Braz e Bruno Cortez; Darlan (Rodrigues), Matheus Henrique, Alisson (Guilherme Azevedo), Everton (Lucas Silva) e Isaque (Rildo); Diego Souza (Luiz Fernando)
Técnico: Renato Portaluppi