TÊNIS 10/09/2020 22h11

Santa-cruzense Sofia Mendonça adia sonho de ir a Paris

Atleta, de 18 anos, chegou à semifinal do wild card júnior de Roland Garros, mas acabou derrotada

A tenista santa-cruzense Sofia Mendonça, de 18 anos, foi até a semifinal do wild card júnior de Roland Garros, no Iate Clube de Brasília. Nessa quarta-feira, 9, ela foi derrotada pela paulista Ana Candiotto por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/2. Os campeões garantem vaga para a fase principal da seletiva do Grand Slam juvenil, em Paris.

Sofia é a cabeça de chave 1. Atualmente, ela ocupa a posição 245 no ranking da International Tennis Federation (ITF). A melhor posição foi em janeiro, quando estava em 187ª. Apesar do sonho adiado, a tenista se diz feliz pelo desempenho. “Como é meu último ano como juvenil, jogar um Grand Slam era uma meta. Em Brasília, mesmo com o clima seco, consegui me adaptar bem. Infelizmente, não foi desta vez. Mas fiquei contente pelas atuações. Dei o meu melhor.”


Neste ano, por causa da pandemia, Sofia afirma que a parada foi prejudicial. Mesmo assim, conseguiu manter os treinamentos. “Vou partir para novos desafios a partir de agora”, disse.

LEIA TAMBÉM: Santa-cruzense vai liderar ranking juvenil nacional em 2020

A santa-cruzense iniciou no tênis com 8 anos, no Santa Cruz Tênis Clube, onde treinou até os 16 anos, com o técnico Vladimir Rodrigues. No fim do ano passado, ela foi homenageada pelo clube por ter assumido a liderança do ranking brasileiro juvenil. Em 2018, mudou-se para São Paulo e passou a treinar no clube Paineiras do Morumby, com o técnico Leandro Nakahara.

Sofia define 2019 como o melhor ano da carreira. Foi campeã do 35º Bahia Juniors Cup com uma virada sobre a uruguaia Guillermina Grant na decisão. Também conquistou o Rakiura Junior Cup, em Luque, e o APT Junior Open, em Assunção, ambos no Paraguai.

LEIA MAIS: Tenista santa-cruzense é campeã em Salvador