No Beira-Rio 16/09/2020 19h05 Atualizado às 12h31

Inter toma susto, mas vence o América pela Libertadores

Jogando em casa, Colorado chegou a abrir 3 a 1, mas sofreu empate e garantiu vitória no final

Na retomada da Copa Libertadores da América após a parada devido à pandemia da Covid-19, o Internacional recebeu os colombianos do América de Cali, no Beira-Rio, em Porto Alegre nesta quarta-feira, 16.

Com gols de Abel Hernandez e Boschilia no primeiro tempo, o colorado chegou acabou cedendo o empate na segunda etapa, e venceu graças a um gol de Boschilia no último minuto do tempo regulamentar.


1º TEMPO

A partida mal havia começado, quando o torcedor colorado já podia comemorar o primeiro gol. No lance inicial do jogo, o lateral Uendel recebeu uma bola pelo lado esquerdo e avançou sobre a marcação. Quase na linha de fundo, o cruzamento saiu na cabeça do atacante Abel Hernández, que fez seu primeiro gol com a camisa do Internacional.

A liderança no placar não fez a equipe de Coudet recuar. O Inter seguia atacando com velocidade. O lateral Saravia e o meia Boschilia se destacavam na criação das jogadas, e Abel Hernandez, que não fez boa partida no jogo anterior do Inter, contra o Goiás pelo Brasileirão, marcava presença na área adversária.

O Inter ampliou a 18 minutos de jogo. Uendel lançou Thiago Galhardo, que passou para Abel Hernández na entrada da área. O atacante uruguaio encontrou Boschilia. O meia arriscou o chute rasteiro e o goleiro Chaux defendeu. Boschilia continuou na bola e pegou o rebote da defesa, e na segunda tentativa, completou para o fundo do gol.

O jogo parecia se encaminhar para um cenário de superioridade do Inter, mas logo os colombianos mostraram que não estavam em Porto Alegre à passeio. Aos 27 minutos, após boa triangulação, Vergara invadiu a área e descontou para o América, e o primeiro tempo terminava com Inter na frente por 2 a 1.

2º TEMPO

A equipe colorada que terminou o primeiro tempo parecia ter ficado no vestiário. O time de Coudet voltou irreconhecível no segundo tempo. Aos três minutos, após cobrança de falta, Torres desviou de cabeça na área do Inter e a bola foi no travessão. No rebote, Adrian Ramos apareceu sozinho na pequena área para colocar a cabeça na bola e fazer o segundo gol dos visitantes.

O Inter recuou e pecava na criação das jogadas. Os argentinos Leandro Fernandez e D’Alessandro foram mandados à campo para melhorar a qualidade do ataque. Mas a superioridade do time colombiano no segundo tempo era clara. Aos 32 minutos, o empate do América: Vergara disparou pela direita e cruzou para Moreno, que venceu Lomba e empatou o jogo em 3 a 3.

Quem atacava era o América, que parecia estar em casa. O time continuava buscando o gol para vencer a partida em Porto Alegre. O Inter buscava reação na base dos lançamentos longos e cruzamentos para a área. Aos 45 minutos do segundo tempo, quando o jogo se encaminhava para um empate, Boschilia conseguiu a vitória, para acabar com a frustração do torcedor colorado, que viu seu time abrir o placar em dois gols e ceder o empate. O meia colorado chutou de dentro da grande área. A bola saiu com pouca força, mas o duficiente para desviar na defesa e impedir a defesa do goleiro Chaux. O 4 a 3 teve muitas emoções, mas o colorado saiu do gramado do Beira-Rio após tomar um grande susto.

Com a vitória, o Inter segue na liderança do Grupo E, com sete pontos, e na próxima partida da Libertadores recebe o Grêmio no Beira-Rio, dia 23 de setembro.

Data e horário: Quarta-Feira, 16 de setembro, 19h15
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre
Arbitragem: Facundo Tello (ARG), auxiliado por Gabriel Chade e Facundo Rodriguez
Cartões amarelos: Rodrigo Moledo e Patrick (Internacional); Segovia e Sierra (América de Cali)
Gols: Abel Hernández (Inter) – 1min/1º e 32min/1º, Boschilia (Inter) – 19min/1º e 46min/2º, Vergara (América) – 28min/1º, Adrián Ramos (América) – 4min/2º e Moreno (América) – 33min/2º

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Saravia, Zé Gabriel, Rodrigo Moledo e Uendel; Rodrigo Lindoso (D’Alessandro), Nonato (Jhonny), Boschilia (Lucas Ribeiro), Patrick e Thiago Galhardo; Abel Hernández (Leandro Fernandez)
Técnico: Eduardo Coudet

AMÉRICA DE CALI: Chaux; Ureña, Torres, Segovia e Velasco; Luis Paz (Jaramillo), Carrascal, Sierra (Arias), Pérez (Moreno) e Vergara; Adrián Ramos
Técnico: Juan Cruz Real