BRASILEIRÃO 11/10/2020 15h45 Atualizado às 17h00

Com dois gols de pênalti, Grêmio perde na Vila Belmiro

Tricolor saiu perdendo e empatou com Diego Souza, mas Marinho brilhou e marcou duas vezes para o Santos

O Grêmio foi até a Vila Belmiro neste domingo, 11, encarar o Santos pela 15ª rodada do brasileirão.

Após sair perdendo com um gol de pênalti de Marinho no primeiro tempo, o Tricolor empatou na segunda etapa com Diego Souza. Mas com mais um pênalti marcado por Marinho no segundo tempo, o Santos venceu o Tricolor por 2 a 1.

PRIMEIRO TEMPO

O Santos começou melhor que o Tricolor na Vila Belmiro. No primeiro tempo, o Grêmio começou dando espaços à equipe da casa e foi pressionado na primeira etapa.

Aos 13 minutos, o atacante do Peixe, Kaio Jorge, apareceu livre de frente pro gol de Vanderlei, mas chutou no meio da meta do arqueiro, que fez a defesa, salvando o Grêmio pela primeira vez.

Aos 17 minutos, o árbitro Braulio da Silva Machado marcou pênalti para o Santos. Kaio Jorge apareceu pela direita, chutou em direção ao gol e a bola bateu no braço de Paulo Miranda. O juizão nem conferiu no VAR. Marinho cobrou com cavadinha, no lado esquerdo do gol, e colocou o Santos na frente no placar.

O Grêmio respondeu aos 31 minutos, após escanteio. Diego Souza subiu mais alto no primeiro poste, a bola foi pro chão e passou muito perto da trave, saindo pela direita de João Paulo. Aos 34, o Santos chutou uma bola na trave com Kaio Jorge, que tentou colocar de canhota e carimbou o poste direito de Vanderlei.

Aos 35, a última chance de empate do Tricolor na primeira etapa: Lucas Silva roubou uma bola na saída do Santos e mandou uma bomba pro gol. O goleiro João Paulo fez boa defesa e impediu a igualdade.

SEGUNDO TEMPO

O Tricolor começou a segunda etapa assustando o Peixe. Aos dois minutos, Diego Souza avançou após receber de Isaque, bateu pro gol e a bola bateu em Felipe Jonatan. O desvio tirou o goleiro João Paulo do lance e a bola quase morreu no fundo do gol, saindo rasteira, muito perto da trave.

Na sequência, o Santos quase ampliou com uma bola no travessão, em jogada do lateral Jean Mota, aos cinco minutos. O jogador escorou para Marinho na área, e autor do primeiro gol soltou uma bomba no travessão de Vanderlei.

Aos 20 minutos, os jogadores do Grêmio reclamaram de um pênalti após cruzamento pra área. A bola bateu no braço de Felipe Jonatan, mas a arbitragem nem conferiu o VAR e mandou o jogo seguir.

Aos 22, Luiz Fernando cruzou da direita e Diego Souza não dominou, a bola sobrou na esquerda e Cortez limpou dois defensores para invadir a área e chutar no corpo de João Paulo, que fechou o ângulo do lateral, em mais uma chance criada pelo Tricolor.

O Grêmio estava melhor em campo, e aos 27, Diogo Barbosa fez boa jogada e deixou para Isaque, que deixou para Pepê. A troca de passes envolveu a defesa e a bola encontrou Diego Souza de frente pro gol. O atacante do Tricolor bateu de primeira com categoria, no canto direito do goleiro João Paulo, e empatou o jogo pro Grêmio em 1 a 1.

Mas aos 30 minutos da segunda etapa, mais um lance polêmico a favor do Santos, que mudou a partida.

Arthur Gomes cruzou da esquerda para Marinho, que não conseguiu finalizar pro gol e tocou pra fora na pequena área. O atacante santista pediu pênalti após disputa com David Braz, e dessa vez o árbitro atendeu o pedido e foi conferir o VAR. O catarinense Braulio da Silva Machado reviu o lance marcou pênalti para o time da casa. Marinho cobrou novamente e fez o segundo gol dele na partida, colocando o 2 a 0 para o Santos no placar. O jogador é vice-artilheiro do Brasileirão, com dez gols.

O empate do Grêmio por pouco não saiu aos 51 minutos do segundo tempo. Maicon bateu de frente pro gol após confusão na área do Santos. A bola ia certeira para as redes, mas João Paulo salvou o Santos de sofrer o empate.

Aos 52 minutos, o árbitro ainda expulsou o zagueiro gremista David Braz, após o atleta do Tricolor pisar no tornozelo do atacante.

Com a derrota, o time de Renato Portaluppi permanece com 17 pontos, e após a partida figurava na 11ª posição. Com mais uma vitória, o Santos alcançou a sexta posição, com 24 pontos.

O Grêmio volta à campo pelo Brasileirão na próxima quarta-feira, dia 14, contra o Botafogo. A partida é na Arena, iniciando as 19h15. Já o Santos volta a jogar em casa na próxima rodada, recebendo o Atlético Goianiense, também na quarta, 14/10, a partir das 20h30.

FICHA TÉCNICA
BRASILEIRÃO SÉRIE A
15ª RODADA
2º TEMPO: SANTOS 2X1 GRÊMIO


Data e horário: Domingo, 11 de outubro, 16h
Local: Vila Belmiro, Santos-SP
Arbitragem: Braulio da Silva Machado (SC), com Kleber Gil e Eder Alexandre
VAR: Wagner Reway (PB)
Cartões amarelos: Jobson, Marinho (Santos); Robinho, Paulo Miranda, Rodrigues (Grêmio)
Gols: SANTOS
– Marinho, aos 18 min/1ºT e aos 33min/2ºT; GRÊMIO – Diego Souza, aos 27min/2ºT;

SANTOS
João Paulo; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres, Felipe Jonatan (Laercio); Jobson, Diego Pituca, Jean Mota (Madson), Marinho; Kaio Jorge (Lucas Lourenço) e Arthur Gomes
Técnico: Cuca

GRÊMIO
Vanderlei; Orejuela, Paulo Miranda (Rodrigues), David Braz e Cortez (Diogo Barbosa); Lucas Silva (Maicon), Robinho (Isaque), Thaciano, Luiz Fernando e Pepê; Diego Souza (Everton).
Técnico: Renato Portaluppi