BRASILEIRÃO 11/10/2020 20h14 Atualizado às 14h32

Inter passa sufoco no final, mas vence o Athletico Paranaense

Colorado saiu na frente no primeiro tempo, sofreu pressão e segurou a vitória no Beira-Rio

Brigando para permanecer entre os primeiros colocados do Brasileirão, o Internacional recebeu o Athletico Paranaense no Beira-Rio neste domingo, 11, pela 15ª rodada da competição.

A equipe do técnico Eduardo Coudet abriu dois a zero no primeiro tempo, com Thiago Galhardo e Abel Hernández, e o Athletico descontou com Renato Kayzer. Na segunda etapa, o Furacão pressionou pelo empate, mas o time colorado segurou o resultado e voltou à vice-liderança do Brasileirão, chegando a 28 pontos.

PRIMEIRO TEMPO

Os três gols do jogo saíram no primeiro tempo. Logo aos seis minutos, após cobrança curta de escanteio, a bola chegou até o lateral Heitor, que cruzou com precisão na cabeça de Thiago Galhardo. O atacante do Inter nem precisou pular para cabecear do meio da área e fazer o primeiro gol colorado no jogo, o 13º dele no Brasileirão.

Aos 25 minutos, o Furacão assustou com Leo Cittadini, que recebeu passe rasteiro e chutou fraco na grande área, para defesa de Marcelo Lomba.

Dez minutos depois, o Inter ampliou com o uruguaio Abel Hernández. Após cobrança de escanteio pelo lado direito, a defesa do Furacão afastou e Heitor rebateu pro meio da área. O atacante do Inter chegava de trás e meteu a cabeça na bola, encobrindo o goleiro Jandrei e aumentando o placar para 2 a 0.

O Athletico descontou seis minutos depois. Aos 41 da primeira etapa, Patrick e Moisés se atrapalharam no meio de campo, e Carlos Eduardo arrancou com a bola pelo lado direito. O jogador foi até a linha de fundo e cruzou na área, onde Renato Kayzer apareceu entre os defensores para meter a cabeça na bola no canto de Marcelo Lomba e deixar a partida em 2 a 1.

SEGUNDO TEMPO

No intervalo, o lateral Heitor, de boa atuação nas últimas partidas, sentiu um desconfornto muscular e foi substituído por Rodinei.

No segundo tempo, o jogo ficou mais truncado, e as chances de gol foram mais raras. Aos sete minutos, Abel Hernández teve chance de empatar após cruzamento da esquerda de Marcos Guilherme. Aos 18, Abel teve nova chance ao chegar na cara do goleiro Andrei, mas a defesa do Furacão travou o chute do atacante uruguaio. Thiago Galhardo também teve chance aos 22, após escanteio. O atacante se antecipou à marcação e cabeceou muito próximo do gol.

Na reta final da partida, o Athletico pressionou o Inter. Aos 41, o meia Ravanelli, que entrou no segundo tempo, cobrou uma falta no travessão de Lomba. Na sequência, o ex-colorado Walter, que entrou no lugar de Jonathan, finalizou pra fora após cruzamento à meia altura na área.

O Furacão era só ataque. Aos 47 minutos, Marcelo Lomba salvou o empate em duas defesas incríveis. Na primeira, Renato Kayzer cabeceou após cruzamento da esquerda, e Lomba, que ia passando da bola, se esticou todo e fez um milagre para salvar. A bola ficou na área e o atacante Fabinho completou pro gol, mas o goleiro do Inter salvou mais uma vez.

No último lance do jogo, o colorado Yuri Alberto, que entrou no lugar de Thiago Galhardo no segundo tempo, ainda fez uma grande jogada driblando Thiago Heleno e chutando forte, mas o goleiro Jandrei defendeu.

Apesar dos sustos na reta final da partida, o Inter somou mais três pontos no Beira-Rio, e voltou à vice-liderança do Brasileirão, com um jogo a mais em relação ao líder Atlético Mineiro, que tem 30 pontos, ao terceiro colocado, o Flamengo, que soma 27, e ao São Paulo, quarto colocado, com 26 pontos.

O Athletico Paranaense agora é o primeiro fora da zona de rebaixamento, na 16ª posição. A equipe do Paraná tem 15 pontos e sofreu a sétima derrota no campeonato.

Na próxima rodada, o Inter vai até a Ilha do Retiro, enfrentar o Sport Recife. O jogo é quarta-feira, 14, a partir das 21h30.

Já o Furacão volta à campo pelo Brasileirão em casa contra o Corinthians, também na quarta-feira, dia 14, a partir das 21h30, na Arena da Baixada.

FICHA TÉCNICA
BRASILEIRÃO SÉRIE A
15ª RODADA
INTERVALO: INTERNACIONAL 2X1 ATHLETICO PARANAENSE


Data e horário: Domingo, 11 de outubro, 20h30m
Local: Gigante da Beira-Rio, Porto Alegre-RS
Arbitragem: Bruno de Araújo (RJ), com Michael Correia e Carlos Henrique de Lima Filho
VAR: Pathrice Maia
Cartões amarelos: Heitor, D’Alessandro (Inter);
Gols: INTER
– Thiago Galhardo, aos 6min/1ºT, Abel Hernández, aos 35min/1ºT; ATHLETICO – Renato Kayzer, aos 41min/1ºT

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Heitor (Rodinei), Victor Cuesta, Zé Gabriel e Moisés; Rodrigo Lindoso, Praxedes (Musto), Marcos Guilherme, Patrick (Pottker) ; Thiago Galhardo (Yuri Alberto) e Abel Hernández (D’Alessandro).
Técnico: Eduardo Coudet

ATHLETICO PARANAENSE
Jandrei; Jonathan (Walter), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Richard, Erick (Ravanelli), Christian e Léo Cittadini (Fabinho); Carlos Eduardo (Pedrinho) e Renato Kayzer.
Técnico: Eduardo Barros