COPA DO BRASIL 11/11/2020 21h22 Atualizado às 09h59

Na reestreia de Abel, Inter decepciona no Beira-Rio

Com gol de Rodolfo, América venceu o Colorado no jogo de ida das quartas de final

O Internacional teve uma atuação decepcionante nas quartas de final da Copa do Brasil diante do América Mineiro, no Beira-Rio, na noite desta quarta-feira, 11, em jogo que marcou o retorno do técnico Abel Braga.

Sem organização e nenhuma criação de jogadas pelo meio-de-campo, o time atuou ainda pior do que nos últimos jogos com o ex-técnico Eduardo Coudet e acabou derrotado em pleno Beira-Rio com um gol de Rodolfo no primeiro tempo.

Com o resultado, o Inter terá que vencer o confronto de volta, que ocorre no Estádio Independência, em Belo Horizonte, no dia 18 de novembro, se quiser passar para as semifinais. O América joga por qualquer vitória ou empate no jogo de volta, na próxima semana, pra eliminar o Inter.

PRIMEIRO TEMPO

O América atuou como se estivesse em casa no Beira-Rio. Sem organização, o Inter não conseguiu criar nenhuma chance clara de gol na primeira etapa, e ainda foi pressionado em muitos momentos.

Aos 9 e aos 10 minutos, os visitantes arriscaram chutes para o gol com perigo, com Felipe Azevedo, e depois com Geovane. O ataque do América jogava com facilidade. Na jogada seguinte, aos 12, Diego Ferreira cruzou na área e Rodolfo cabeceou sem dificuldade entre os zagueiros para abrir o placar.

Aos 23 minutos, o que já era ruim para a torcida do Inter, ficou pior. Um dos destaques do time no ano, o volante Patrick sentiu lesão na perna e teve que ser substituído. Peglow foi colocado em seu lugar e teve atuação apagada.

A noite de horrores continuou no Beira-Rio. Abatido, o time gaúcho via o América Mineiro chegando com perigo, enquanto o colorado, quando tinha a bola, nada produzia no ataque.

Aos 38 minutos, Uendel salvou o Inter de sofrer o segundo gol. Ademir invadiu a área pela esquerda e chutou cruzado. A bola passou por Lomba mas o lateral do Inter deu um carrinho na bola quase sobre a linha, evitando um vexame maior do Inter no primeiro tempo.

SEGUNDO TEMPO

Ao retornar sem modificações na equipe para o segundo tempo, o Inter parecia que havia melhorado com a conversa no intervalo. No primeiro minuto do segundo tempo, Peglow arrancou no campo de ataque e chegou na frente do gol de Matheus, mas chutou por cima.

Mas o lance foi apenas empolgação. Aos poucos, os erros do primeiro tempo voltaram a aparecer. Tanto que, aos quatro minutos, o Inter novamente escapou de sofrer o segundo gol. Após erro da defesa, o América roubou a bola no ataque e, depois de um bate-rebate na área, Rodolfo apareceu para tocar de cabeça pro gol, e Zé Gabriel cortou com o peito quase em cima da linha.

O América reduziu seu ímpeto, e o Inter melhorou a posse de bola, mas sem efetividade nenhuma. Nem após a entrada do meia D’Alessandro e de Nonato, aos 26 minutos, o time do técnico Abel Braga conseguiu acertar o toque de bola. O segundo tempo foi de zero criação. Nos minutos finais a equipe ensaiou uma pressão sobre o América, com cruzamentos pra área. Nem mesmo o goleador Thiago Galhardo, que cabeceou com perigo aos 36, e arriscou um chute fraco de fora aos 45 minutos do segundo tempo, conseguiu fazer um jogo razoável.

Para o jogo de volta, o Inter terá que vencer por dois gols de diferença na próxima semana, na quarta-feira, 18, em jogo que inicia às 21h30, para não ser eliminado. O América garante vaga nas semifinais com empate simples ou qualquer vitória. Um placar de 1 a 0 para o Colorado leva a decisão para pênaltis.

Antes do jogo da volta, o Inter vai até a Vila Belmiro enfrentar o Santos, no sábado, 14, a partir das 16h30. Também no sábado, o América joga pela Série B do Brasileirão em casa, contra o Cuiabá, em jogo que inicia às 21h30.

FICHA TÉCNICA
COPA DO BRASIL

QUARTAS DE FINAL – IDA
INTERNACIONAL 0X1 AMÉRICA-MG


Data e horário: Quarta-feira, 11/11, 21h30
Local: Gigante da Beira-Rio, Porto Alegre-RS
Arbitragem: Caio Max Augusto Vieira (RN), com Jean Márcio dos Santos e Vinícius Melo de Lima.
VAR: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE)
Cartões amarelos: Zé Gabriel (Inter); Geovane (América-MG)
Gol: Rodolfo, aos 12min/1ºT

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Heitor (Nonato), Zé Gabriel, Víctor Cuesta e Uendel; Marcos Guilherme, Edenílson, Lindoso (Yuri Alberto) e Patrick (Peglow, depois D’Alessandro); Abel Hernández e Thiago Galhardo.
Técnico: Eduardo Coudet

AMÉRICA-MG
Matheus; Diego Ferreira, Messias, Anderson e João Paulo. Zé Ricardo, Juninho, Felipe Azevedo (Marcelo Toscano) e Ademir (Neto Berola). Rodolfo (Vitão) e Geovane (Calyson).
Técnico: Luiz Carlos Lorenzi (Lisca)