COPA IBSEN PINHEIRO 18/11/2020 10h03

Santa Cruz enfrenta o Bagé na Campanha

Disputa começa às 15 horas, na Pedra Moura, pela segunda rodada da copinha

Com transmissão da Rádio Gazeta FM 107,9, o Santa Cruz visita o Grêmio Bagé nesta quarta-feira, 18, às 15 horas, na Pedra Moura, pela segunda rodada da Copa Ibsen Pinheiro. O Galo estreou na competição com uma goleada de 6 a 1 em cima do Riopardense, de Santo Antônio da Patrulha, no último sábado, nos Plátanos. O técnico Wiliam Campos ainda não poderá contar com o atacante Juliano Fogaça, que voltou a sentir um desconforto no músculo anterior da coxa direita e não viajou com a delegação para a Campanha, na noite de terça-feira, 17.

A tendência é que o time carijó seja o mesmo da rodada inaugural, com Fabiano Heves; Deivid, Léo Carioca, Luís Henrique e Felipe; Benhur, Jean Roberto, Jeferson Luiz e Allan Cristian; Laion e Nena. A qualidade do adversário merece atenção redobrada, segundo Wiliam. “É um time experiente, vai ser um páreo difícil. Acredito que será um jogo decidido nos detalhes, temos que estar atentos”, alertou o treinador carijó. Outros dois atletas que testaram positivo para Covid-19 também são ausências. Ambos estão assintomáticos e cumprem isolamento domiciliar.

LEIA MAIS: Santa Cruz goleia o Riopardense na estreia da Copa Ibsen Pinheiro

Dakimalo Garra Gomes apita o confronto, auxiliado por Luiz Paulo Duarte Rodrigues e Douglas Israel Paulo Vidarte. O Bagé é dirigido por Claiton, ex-volante do Internacional. Entre os destaques do time estão o zagueiro Yuri, ex-Avenida, e o centroavante Zulu, 37 anos, que tem passagens por vários clubes como Grêmio, Esportivo, Novo Hamburgo, União Frederiquense, Juventude e Atlético-GO. O JaldeNegro perdeu o primeiro compromisso para o São José por 1 a 0 na quarta-feira passada, no Estádio Francisco Novelletto Júnior (Antigo Passo D’Areia), em Porto Alegre. A Copinha, que reúne 11 clubes – cinco no grupo A e seis no B –, tem encerramento previsto para 27 de dezembro. O campeão assegura vaga na Copa do Brasil de 2021.

LEIA TAMBÉM: Estreia em casa: Galo volta à Copinha após cinco anos