COPA DO BRASIL 18/11/2020 16h22 Atualizado às 19h00

Diego Souza marca duas vezes e Grêmio está na semifinal

Tricolor voltou a vencer o Cuiabá no jogo de volta das quartas de finais, e agora espera Flamengo ou São Paulo na semi

O Grêmio está na semifinal da Copa do Brasil. Após abrir vantagem na última quarta-feira, 11, quando venceu o Cuiabá fora de casa por 2 a 1, o Tricolor voltou a enfrentar a equipe do Mato Grosso, desta vez na Arena, em Porto Alegre.

Com dois gols de Diego Souza na primeira etapa, o Tricolor fez 2 a 0, em partida disputada na tarde desta quarta-feira, 18, e agora aguarda Flamengo ou São Paulo na semifinal.

PRIMEIRO TEMPO

O gol não demorou a sair. Antes dos dez minutos o Tricolor já havia chegado próximo do gol do Cuiabá em cruzamentos pra área, e criado pelo menos duas chances de abrir o placar.

Aos 9 minutos, Pepê aproveitou jogada pelo meio e cruzou da esquerda pra área. Diego Souza venceu a defesa do Cuiabá e marcou o primeiro gol da tarde.

A superioridade gremista era grande, e aos 12 minutos, Diego Souza quase ampliou, novamente após assistência de Pepê, desta vez com um chute pra fora.

Aos 20, o Tricolor teve um gol anulado. Pepê cabeceou pro gol, a bola bateu no travessão e caiu dentro do gol. Diego Souza ainda completou pro fundo das redes, mas a arbitragem marcou posição irregular de Matheus Henrique no início da jogada.

Aos 24, mais um gol anulado do Tricolor. Jean Pyerre cobrou falta pra área do Cuiabá e David Braz marcou de cabeça, mas o zagueiro estava em impedimento.

Aos 39, o Grêmio reclamou um pênalti do lateral Hayner. Após cruzamento pra área, o jogador subiu na bola e tocou com o braço nela. Os jogadores reclamaram mas a arbitragem nada marcou.

Aos 42, Diego Souza marcou seu segundo gol na partida. Em contragolpe com velocidade, Pepê fez grande jogada e acionou o centroavante na área, que desferiu um forte chute pro gol e ampliou a vantagem gremista.

SEGUNDO TEMPO

Apesar da desvantagem, o Cuiabá não se entregou, e melhorou o toque de bola no segundo tempo. Mas a superioridade Tricolor ainda foi suficiente para que a equipe de Renato comandasse a partida na segunda etapa.

O Grêmio diminuiu sua velocidade, mas chegava sempre com perigo. Renato mandou à campo Ferreira e Diego Churín aos 17 minutos, no lugar de Darlan e Diego Souza.

Aos 24, Everton arriscou chute perigoso de fora da área. A bola fez uma curva e o goleiro João Carlos fez uma bonita defesa, tirando pra escanteio.

Isaque e Lucas Silva entraram na partida aos 29 minutos.

Aos 33, Pepê teve boa chance após jogada de Ferreira pela direita. Ele chutou com força da entrada da área, a bola sobrou no segundo poste mas Pepê dividiu com o defensor e a bola se perdeu pela linha de fundo.

Aos 42, Pepê perdeu o gol ao receber na área nas costas da zaga. O chute saiu rasteiro, e passou perto da trave esquerda do goleiro João Carlos.

Sem dificuldades, o Grêmio venceu por 2 a 0 a partida. No jogo de ida, a vitória fora de casa foi de 2 a 1, e no placar agregado, o time de Renato Portaluppi bateu seu adversário por 4 a 1.

Classificado às semifinais, o Tricolor agora espera o desfecho do confronto entre Flamengo e São Paulo para saber quem será seu adversário na próxima fase. No jogo de ida, dia 11, o São Paulo venceu o Flamengo no Rio de Janeiro por 2 a 1. A partida de volta ocorre nesta quarta-feira, 18, às 21h30, em São Paulo.

O Grêmio volta a jogar no final de semana. A equipe enfrenta fora de casa o Corinthians, pelo Brasileirão, no domingo, dia 22, a partir das 20h30.


FICHA TÉCNICA
COPA DO BRASIL
QUARTAS DE FINAL – VOLTA
GRÊMIO x CUIABÁ


Data e horário: Quarta-feira, 18/11, 16h30
Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre-RS
Arbitragem: Felipe Fernandes de Lima (MG), com Ricardo Junio de Souza e Marcus Vinicius Gomes
VAR: Emerson de Almeida Ferreira
Cartões amarelos: Willians Santana (Cuiabá)
Gols: GRÊMIO – Diego Souza, aos 9min/1ºT e aos 41min/1ºT

GRÊMIO
Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel, David Braz e Diogo Barbosa; Darlan (Ferreira), Matheus Henrique (Lucas Silva), Jean Pyerre (Thaciano), Everton (Isaque), Pepê e Diego Souza (Diego Churín).
Técnico: Renato Portaluppi

CUIABÁ
João Carlos; Hayner (Diego Jardel), Ednei, Anderson e Romário; Nenê Bonilha (Auremir), Matheus Barbosa, Yago (Lenon), Elvis; Willians Santana (Perdigão) e Maxwell (Pierini)
Técnico: Allan Aal