BRASILEIRÃO 10/01/2021 15h03

Colorado enfrenta o Goiás no Beira-Rio Para reduzir distância do líder

Internacional tenta permanecer na vice-liderança e de olho em um possível tropeço do São Paulo

O Internacional assumiu a vice-liderança do Brasileirão, ao vencer o Ceará por 2 a 0 na última quarta-feira, no Castelão. Neste domingo, às 18h15, no Beira-Rio, pela 29ª rodada, o Colorado tem a chance de se manter firme na briga pelo título diante do Goiás, que está na zona do rebaixamento. Em caso de vitória, o time gaúcho ficaria apenas três pontos atrás do líder São Paulo, que faz o clássico contra o Santos, no Morumbi.

Apesar do bom momento, o técnico Abel Braga preferiu frear a empolgação e evitou projetar uma eventual briga pelo caneco, que não é conquistado desde 1979. “Não gostaria que falassem muito do Inter. Prefiro a tranquilidade e, cada vez mais, contar apenas com a energia positiva que a torcida vem nos trazendo”, resumiu o treinador. Desde a eliminação nas oitavas de final da Copa Libertadores para o Boca Juniors, no início de dezembro, o Internacional só venceu pelo Brasileirão. São quatro vitórias consecutivas – contra Botafogo, Palmeiras, Bahia e Ceará – que o colocaram de volta na luta pelo título.

Abelão voltou a destacar os méritos do elenco e minimizou sua participação nos resultados. “Todo o mérito é dos jogadores. É um time que se acostumou a sofrer, mas está conseguindo os resultados e retomando a confiança.” Passadas as eleições no clube, em dezembro, com clima mais tranquilo nos bastidores, o treinador afirmou que a política não entrou em campo, mesmo nos momentos mais delicados. “Estou muito feliz aqui. As pessoas que entraram são do bem, e vamos continuar o trabalho da melhor forma possível”, frisou o comandante colorado.

Para encarar a equipe cruzmaltina, ele não poderá contar com o volante Edenilson e o atacante Yuri Alberto, ambos suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Em compensação, Thiago Galhardo volta ao time. Sem os goleiros Marcelo Lomba e Danilo Fernandes, a titularidade deve ficar com Daniel, que já entrou no decorrer do segundo tempo contra o Ceará, na vaga de Lomba.

LEIA MAIS: Inter bate o Palmeiras na despedida de D’Alessandro