Grêmio 28/08/2019 21h25 Atualizado às 16h01

Renato Portaluppi exalta manutenção do seu esquema de jogo

Clima leve e descontraído nas atividades pós-classificação para as semifinais da Copa Libertadores da América

Clima leve e descontraído nas atividades pós-classificação para as semifinais da Copa Libertadores da América. Assim estava o ambiente do elenco do Grêmio nessa quarta-feira, dia seguinte ao da vitória de virada sobre o Palmeiras, por 2 a 1, no Pacaembu, pelas quartas de final do torneio sul-americano. Na partida, a equipe gaúcha teve paciência e força para sair de um resultado adverso para o positivo, o que valeu a chegada à penúltima etapa da competição pelo terceiro ano consecutivo. O técnico Renato Portaluppi exaltou a assimilação e o cumprimento da sua ideia pelo grupo de jogadores.

“O Grêmio tem a maneira dele de jogar, buscando a vitória em qualquer competição, não importa o lugar. O que está certo não se muda. Não vou mudar um esquema, não vou mudar a minha equipe porque o resultado de uma partida não veio. Nós temos um esquema que estamos usando nos últimos três anos. Tenho confiança total no meu grupo”, sublinhou o treinador, lembrando que o mata-mata não acaba no primeiro jogo.

“Sempre respeitamos o Palmeiras. O Palmeiras tem uma grande equipe, um grande elenco, uma grande torcida e um grande treinador. Mas, do outro lado, tem um Grêmio que é muito forte, principalmente na Libertadores. Mesmo tendo perdido o jogo lá em Porto Alegre, o Grêmio não se abateu e manteve a cabeça erguida”, enfatizou Renato.

A delegação tricolor permanece na capital paulista porque neste sábado, às 11 horas, haverá o confronto com o São Paulo, no Morumbi, pela 17ª rodada do Brasileirão. Nessa quarta, no CT do adversário, os reservas do Grêmio fizeram um trabalho físico e os titulares tiveram um regenerativo. Renato deve mandar a campo o time alternativo, preservando o principal para o duelo contra o Athletico-PR na próxima quarta, às 19h15, em Curitiba, que valerá passagem à final da Copa do Brasil.