Verão 11/01/2019 14h17 Atualizado às 14h55

Sobe para 16 o número de pontos impróprios para banho; veja lista

Nesta semana, a Praia Nova no Rio Jacuí, em Cachoeira do Sul, saiu da condição de imprópria

Subiu de 15 para 16 o número de pontos impróprios para banho em águas internas do Rio Grande do Sul, conforme o quinto relatório de balneabilidade das praias gaúchas divulgado nesta sexta-feira, 11, pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam). Nenhum destes pontos está localizado no Litoral.

Em Pelotas, sete pontos permanecem sem condições de banho na Praia do Laranjal: Santo Antônio – Restaurante, Santo Antônio - Rua Bagé e Santo Antônio – Avenida Rio Grande do Sul, o Balneário dos Prazeres, Colônia Z-3, Valverde - Pontal da Barra e Valverde - Aki Pizza.

Os demais pontos impróprios para banho são: Balneário Caverá, Rio Ibirapuitã, em Alegrete; Praia Recanto das Mulatas – Lago Guaíba, em Barra do Ribeiro; Balneário Rainha do Sol, Rio Ibicuí, em Manoel Viana; Balneário Passo do Verde no Rio Vacacaí, em Santa Maria; Balneário Passo do Umbú – Rio Ibicuí, em São Vicente do Sul; Balneário Rebelo, na Lagoa dos Patos, em Tapes; e a Praia Passo Real, no Rio Ibicuí, em Dom Pedrito.

LEIA MAIS: Confira quais praias estão impróprias para banho no Estado e Santa Catarina

Nesta semana, a Praia Nova no Rio Jacuí, em Cachoeira do Sul, saiu da condição de imprópria para banho e ingressaram dois novos pontos do município de São Francisco de Assis: o Balneário da Jacaquá no Rio Ibicuí e o Balneário Poço das Pedras, no Arroio Inhacundá.

Neste ano, o projeto Balneabilidade ampliou para 44 o número de municípios monitorados, com a inclusão dos balneários de Pelotas e Tavares. Além disto, o número de pontos monitorados aumentou para 94.