Campo 24/04/2019 09h07 Atualizado às 11h14

Preço da soja preocupa os agricultores do Rio Grande do Sul

Preço da saca de 60 quilos está em torno de R$ 68,00, bem abaixo dos R$ 83,00 pagos aos produtores no mesmo período do ano passado

A colheita de soja se encaminha para o fim no Rio Grande do Sul, totalizando 78% da área de 5,8 milhões de hectares cultivados na safra 2018/19. Apesar da projeção positiva de produtividade média, que deve ficar perto de 3.196 quilos por hectare, os sojicultores estão preocupados com o preço da oleaginosa. Hoje, no Estado, o preço da saca de 60 quilos está em torno de R$ 68, bem abaixo no esperado pelos agricultores. No ano passado, nesse mesmo período, o valor chegava a R$ 83 por saca.

De acordo com o consultor técnico em agropecuária José Francisco Telöken, os preços da soja começaram a baixar em agosto do ano passado. Entre as razões para a desvalorização do grão, aponta a briga comercial entre Estados Unidos e China. “Os produtores de soja americanos ainda têm 50% dos estoques da última safra estocados em função disso”, destaca. Outro fator é a safra positiva na América do Sul, no Brasil, Argentina e Paraguai – montante que interfere na balança da oferta e demanda.

Além disso, o consultor destaca que houve diminuição na compra de soja pelos chineses, devido ao abate de mais de 20% do plantel de suínos deles (grãos que seriam utilizados para ração animal). “O cenário de comercialização da nossa soja é muito ruim, não tem nada mostrando um indicativo que os preços subam nos próximos dias, pois o bushel na bolsa de Chicago nunca esteve tão baixo como hoje, US$ 8,77 (27,2 quilos)."

Cenário futuro

O consultor técnico em agropecuária José Francisco Telöken recomenda que os agricultores que ainda têm soja estocada vendam suas produções. “Na verdade, ninguém imaginava um preço tão baixo e pode baixar ainda mais.” Para o especialista, no momento em que a nova Previdência Social for aprovada, a tendência é de que o dólar, que hoje já está nos patamares de R$ 3,95, deva recuar ainda mais, podendo chegar em R$ 3,50. “Com o dólar mais baixo, mais baixo ficará o preço da soja”, projeta.

Safra no RS

Segundo o último informativo conjuntural da Emater/RS-Ascar, a colheita da soja avançou no Rio Grande do Sul, totalizando 78% da área de 5.803.588 hectares. Aproximadamente 18% do grão está maduro e 4% da lavoura está na fase de enchimento de grãos. Ainda segundo a entidade, a produção deve atingir 18.545.928 toneladas na safra 2018/19, com produtividade média 4,89% superior ao ciclo anterior, chegando a 3.196 quilos por hectares, contra 3.047 hectares em 2018. Atualmente, a cultura da soja está presente em 351 municípios gaúchos (93,3%).