Tecnologia 18/10/2019 18h31

Mesmo sem horário de verão, telefones podem atualizar a hora?

A mudança de sistema depende das operadoras de telefonia

Já tinha se tornado um hábito: em outubro, todos os anos, os relógios precisavam ser ajustados ao horário de verão. Amada por uns e odiada por outros, a mudança, criada em 1931, foi extinta em 2019. Mas, mesmo sem o horário de verão, os telefones podem acabar tendo as horas atualizadas?  

Conforme o professor de Ciência da Computação da Unisc Charles Neu, existem duas configurações nos aparelhos de celular: uma de ajuste automático de data e hora e outra que capta estas informações diretamente da rede de telefonia. “O horário é sincronizado com as operadoras de telefonia, desde que o aparelho tenha um chip com sinal e esteja configurado para buscar esta informação”, comentou.

Então, desde que as operadoras tenham ajustado os sistemas, os horários não devem ser atualizados. Há a possibilidade, no entanto, de que as empresas tenham deixado esta lacuna passar e seja feita a troca.

O grande problema, segundo Neu, são os computadores empresariais, que podem ter o horário trocado – e aí não há nenhuma ligação com as operadoras. No caso dos computadores, as atualizações são feitas pelas empresas responsáveis, ou seja, Microsoft ou Apple. “Elas enviaram atualizações nos sistemas operacionais para este ajuste, mas, caso o usuário não tenha atualizado o sistema, pode haver o problema.”

Atenção

Apesar de o horário de verão ter se iniciado, até 2017, geralmente no terceiro domingo de outubro, em 2018 houve mudança. Em função do Enem e das eleições, a data de início foi apenas em 4 de novembro. Caso fosse seguida a primeira regra, o horário teria início já no próximo domingo, 20; mas, se fosse mantida a segunda opção, poderia ter início no primeiro domingo de novembro, dia 3.  

LEIA MAIS: O que os santa-cruzenses pensam sobre o fim do Horário de Verão

Como ter certeza

Para ter certeza de que os celulares não serão atualizados automaticamente, há duas opções: ficar atento ou trocar a configuração para manual. Na primeira opção, seria preciso ficar acordado até depois da meia-noite deste sábado, 19, e conferir se o horário permaneceria o mesmo. Para a segunda sugestão, é possível fazer o ajuste na aba de “data e hora” dos aparelhos.

Mas, conforme Neu, ainda assim é preciso ter cuidado: “Se colocado em manual, toda vez que o telefone ficar sem bateria, a configuração se perde e pode voltar com a hora ou data atrasada”. De uma forma ou de outra, a única certeza é de que os relógios analógicos vão permanecer fiéis ao horário – e podem te ajudar a confirmar a hora.

LEIA MAIS: Seu celular não atualizou para o horário de verão? Veja como ajustar

Não seria a primeira vez

Caso os telefones atualizem para o horário de verão neste ano, não seria a primeira vez em que as operadoras deixam passar a situação. No ano passado, com a mudança de datas, usuários de aparelhos da Asus e de iPhones tiveram o horário atualizado mais cedo, em 15 de outubro. Depois, usuários da Vivo, Tim e Claro também passaram pela situação, em 21 de outubro.

LEIA MAIS: Não se assuste com a hora: celulares adiantaram para o horário de verão