Hidratação 28/01/2020 09h54

Frutas, água e chimarrão: calor exige mais cuidados com a alimentação

Frituras ou chuchu com carne? Cerveja ou água? Nutricionista indica hábitos para manter a saúde em dia nas altas temperaturas

As altas temperaturas do verão acabam interferindo na alimentação, seja por conta da falta de apetite comum à estação ou pelos cuidados necessários com a hidratação. No calor, a perda de líquidos é maior, por causa do suor. Então é importante manter-se hidratado e prestar atenção aos alimentos mais indicados para o clima, além de evitar certos hábitos.

O consumo de água gelada ajuda na diminuição do calor corporal, conforme a nutricionista Marinês Solon. “Sucos também são uma boa fonte de hidratação e reposição de minerais perdidos com o suor, mas convém preferir aqueles menos calóricos, como acerola ou cenoura com água de coco, que são ricos em sódio e potássio.”

Outra sugestão é fazer água aromatizada ou saborizada. Nesta época, a moderação é indicada para as bebidas alcoólicas, que desidratam, e também para os refrigerantes, que são ricos em açúcar e aditivos químicos.

LEIA MAIS: Água saborizada traz benefícios e é fácil de fazer; veja receitas

Já na alimentação, nos dias mais quentes é bom evitar as comidas muito gordurosas. “Prefira saladas frescas, temperadas com azeite de oliva, e carnes magras grelhadas. Peixe é uma boa opção.”

Marinês indica ainda o consumo de frutas da estação, por serem mais nutritivas e de baixo custo, como pêssego, melancia e ameixa. Um dos alimentos ricos em água é o chuchu, que pode ser consumido como salada ou prato principal, por exemplo, grelhado e recheado com carne moída.

Os cuidados no verão incluem ainda uma atenção especial com a dieta das crianças e dos idosos. Segundo a nutricionista, é importante oferecer água com frequência, já que as crianças não costumam pedir e isso aumenta o risco de desidratação. Também alguns idosos só lembram de beber quando já estão com sede.

Outro alerta é na hora das atividades físicas, para pessoas de todas as idades. Elas devem escolher horários e locais mais frescos e beber água antes, durante e após se exercitar.

Chimarrão

O hábito mais tradicional dos gaúchos não é exclusivo do inverno. Mesmo com as altas temperaturas, não há quem desista de tomar o seu amargo de cada dia. Mas é preciso ter uma atenção especial com a temperatura da água, de acordo com a nutricionista. “O chimarrão auxilia na hidratação, mas devemos cuidar a temperatura da água, em torno de 70 graus é o ideal”, explica Marinês Solon.

LEIA TAMBÉM: Baixa umidade do ar na região exige cuidados com a saúde