PROJETO COMPROVA 13/07/2020 21h16

É falso que Covid-19 foi controlada na África com uso de ivermectina

Médicos brasileiros publicaram vídeos com informações incorretas no YouTube

É falso que a pandemia de Covid-19 esteja sob controle na África por causa do uso preventivo da ivermectina, um medicamento contra vermes. Em vídeos publicados em seus canais do YouTube, os médicos Álvaro Galvão, de Rondônia, e Rafael Freitas, do Paraná, afirmam que o consumo profilático de ivermectina pode evitar sintomas e o agravamento da Covid-19. A verificação foi feita pelo Jornal do Commercio e Nexo, por meio do Projeto Comprova.

Até aqui, não há nenhuma comprovação científica de que a ivermectina seja um medicamento eficiente para tratar pacientes com Covid-19. É o que afirmam o Ministério da Saúde, a Food and Drug Administration (FDA), autoridade sanitária dos Estados Unidos, e os próprios pesquisadores que estudam o uso da droga contra o vírus SARS-CoV-2 em laboratório.

LEIA MAIS: Automedicação com azitromicina, ivermectina e nitazoxanida não é recomendada

A pandemia também não está sob controle na África. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a doença tem avançado rapidamente no continente. A Etiópia, citada em um dos vídeos como um país que teria adotado pouquíssimas ações por causa do uso profilático da ivermectina, tomou diversas medidas para tentar controlar o contágio. As autoridades locais fecharam escolas e restaurantes, proibiram aglomerações, estabeleceram quarentena obrigatória para todos que chegassem ao país e decretaram estado de emergência por causa da pandemia.

Leia a verificação completa no site do Projeto Comprova.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS