Economia 14/09/2020 11h30 Atualizado às 17h11

Preço do arroz voltará a se equilibrar em janeiro, diz ministra da Agricultura

Ela diz que entre os motivos que levaram ao aumento do preço do produto está a concessão do auxílio emergencial e a mudança dos hábitos dos brasileiros

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou que os preços do arroz deverão se equilibrar a partir de meados de janeiro, com a safra da cultura em Santa Catarina. O cereal acumula uma alta de 19,25% em 2020 de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo disse a ministra o governo não fará intervenção no setor. “A intervenção que poderia ser feita é uma intervenção de comércio: abrimos 400 mil toneladas de importação com tarifa zero e isso traz tranquilidade de que não haverá falta de produto.”

LEIA MAIS: Supermercados de Santa Cruz passam a limitar pacotes de arroz por cliente

De acordo com Tereza Cristina, entre os motivos que levaram ao aumento do preço do produto estão a concessão do auxílio emergencial e a mudança dos hábitos dos brasileiros, que passaram a se alimentar mais em casa por causa da pandemia do novo coronavírus.

LEIA MAIS: Governo zera imposto de importação do arroz até o final do ano