Região Metropolitana 06/10/2020 07h40 Atualizado às 14h42

Vítimas de maus-tratos, cães da raça pug são resgatados de canil irregular

No local, foram encontrados 53 cachorros. Animais foram encaminhados para atendimento veterinário, pois alguns estavam doentes e debilitados

Uma ação na última sexta-feira, 2, localizou um canil irregular na Região Metropolitana. De acordo com informações de uma família da região que participou do resgate, no local foram encontrados 53 cachorros da raça pug em condições de maus-tratos. A maioria dos animais estava doente e debilitada e foi encaminhada para atendimento veterinário.

O canil era alvo de denúncias há mais de um ano. Na semana passada, as informações chegaram ao grupo de ativistas da causa animal SOSPUGS. O local era usado como criadouro de filhotes da raça, vendidos por valores entre R$ 2,5 mil e R$ 5 mil. No entanto, o espaço era irregular – não tinha nenhum registro junto a entidades regulamentadoras ou o Conselho Regional Medicina Veterinária.

LEIA TAMBÉM: Bugio ferido é socorrido por populares no Porto Ferreira

Conforme um dos 17 voluntários que participaram da ação, e que preferiu não se identificar, os cachorros estavam em meio a fezes e lixo, alguns com pneumonia, cinomose, desnutrição e problemas de pele. De acordo com um dos laudos veterinários, os animais estavam em gaiolas inapropriadas em local sem luz solar e circulação de ar, em ambiente úmido e com restrições de locomoção. Eles foram encaminhados para clínicas veterinárias, onde estão passando por avaliações de atendimento clínico e exames laboratoriais. Muitos cães estão com casos graves de pneumonia, anemia, desidratação, infecções cutâneas, problemas oculares e até mesmo convulsões. No momento, os animais estão abrigados com voluntários em Porto Alegre e outros municípios gaúchos. No dia do resgate, a Polícia Civil foi chamada para registro do caso.

LEIA TAMBÉM: Polícia Civil encontra cães congelados em residência no litoral gaúcho