País 17/02/2021 08h17

Lira diz que conduzirá 'com serenidade' análise da prisão de Daniel Silveira

Deputado Daniel Silveira foi preso em flagrante pela Polícia Federal depois de divulgar um vídeo com discurso de ódio

O presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL), disse nessa terça-feira, 16, que pretende conduzir “com serenidade” a análise da prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ). Pelo Twitter, Lira afirmou que o episódio será administrado com respeito à opinião da maioria da Casa.

“Nesta hora de grande apreensão, quero tranquilizar a todos e reiterar que irei conduzir o atual episódio com serenidade e consciência de minhas responsabilidades com a Instituição e a Democracia”, escreveu o parlamentar.

LEIA TAMBÉM
Arthur Lira é eleito para presidir a Câmara dos Deputados
Deputados da região avaliam a eleição de Arthur Lira como presidente da Câmara

“Para isso, irei me guiar pela única bússola legítima no regime democrático, a Constituição. E pelo único meio civilizado de exercício da Democracia, o diálogo e o respeito à opinião majoritária da Instituição que represento”, concluiu.

Silveira foi preso em flagrante pela Polícia Federal na noite dessa terça-feira, depois de divulgar um vídeo com discurso de ódio contra os integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF). O ministro Alexandre de Moraes, que expediu o mandado de prisão, entrou em contato com Lira por telefone logo depois de assinar a decisão.

LEIA TAMBÉM
Ministro do STF determina abertura de inquérito contra Pazuello
Ministro do STF dá prazo para que governo detalhe ordem da vacinação