COVID-19 19/02/2021 18h59 Atualizado às 09h12

VÍDEO: região de Santa Cruz é classificada com bandeira preta pela primeira vez

A partir deste sábado, todo o Estado terá suspensão de todas as atividades entre 22 horas e 5 horas

Pela primeira vez, a maior parte da população do Rio Grande do Sul está na classificação de risco altíssimo para a Covid-19. No mapa preliminar divulgado pelo governo do Estado nesta sexta-feira, 19, são 11 das 21 regiões em bandeira preta. Estas regiões abrigam 68% da população. Os demais municípios estão em bandeira vermelha, de risco alto.

Também pela primeira vez, a região de Santa Cruz do Sul está na bandeira preta. O mesmo vale para o conjunto de municípios referenciados por Lajeado no sistema.


LEIA MAIS: Entenda o que muda se a bandeira preta for confirmada na região

Diante da gravidade da situação, a pior vivida pelo Rio Grande do Sul na pandemia, o governador Eduardo Leite divulgou o mapa preliminar em uma transmissão ao vivo. Na live, ele afirmou que será publicado neste sábado, 20, um decreto que prevê para todo o território do Estado uma restrição de todas as atividades entre 22 horas e 5 horas.

“Não é toque de recolher, porque há discussão jurídica sobre a possibilidade de toque de recolher, que impeça o deslocamento das pessoas. Mas há possibilidade de o Estado dispor sobre a restrição de atividades e aglomerações de locais públicos”, explicou o chefe do Executivo estadual. Exceções devem ser descritas no decreto.

Os municípios podem recorrer da classificação do mapa preliminar, até domingo pela manhã. Os recursos são avaliados na segunda-feira e as bandeiras entram em vigor na terça. Em reunião com a Famurs na segunda-feira, 22, Leite deve discutir a possível suspensão da cogestão no modelo. Se isso se confirmar, Santa Cruz do Sul poderá ter, realmente, de cumprir os protocolos da bandeira preta a partir de terça-feira.


LEIA MAIS: Confirmada 56ª morte por Covid-19 em Santa Cruz

Na região 28, a referenciada por Santa Cruz do Sul, três municípios se enquadram na regra 0-0 e, por isso, poderão cumprir regras de bandeira laranja na próxima semana, mesmo que a bandeira preta se confirme. São eles: Gramado Xavier, Mato Leitão e Vale Verde. Estas cidades não tiveram óbitos ou internações por Covid-19 nos últimos 14 dias.

Retorno das aulas presenciais suspenso

Eduardo Leite também afirmou, na transmissão desta sexta-feira, 19, que nas regiões com classificação em bandeira preta está suspensa a retomada das aulas presenciais. As atividades podem ter sequência de forma remota. Muitos municípios previam o retorno para a próxima semana.

Assista:

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS