PAÍS 23/02/2021 19h18

Daniel Silveira gravou conversas com Bolsonaro, afirma deputado do PSL

Felício Laterça divulgou um vídeo nas redes sociais no qual diz que o próprio Silveira afirmou que tinha o costume de gravar pessoas

O deputado Felício Laterça (PSL-RJ) disse que seu colega Daniel Silveira (PSL-RJ) – que está preso – gravou, clandestinamente, conversas com autoridades, como o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) “Ele era um gravador ambulante”, afirmou Laterça nessa segunda-feira, 22. Segundo o parlamentar, Silveira também o procurou para “ganhar dinheiro na boa”, em atos de corrupção.

Na madrugada de domingo, 21, Laterça divulgou um vídeo nas redes sociais no qual diz que o próprio Silveira afirmou que tinha o costume de gravar pessoas. “Ele me revelou que tinha feito algumas gravações, ele tinha esse mau hábito. Ele acabou gravando conversa de parlamentares dentro do ambiente da Câmara. Ele disse que havia gravado o presidente da República”, relatou Laterça, que é delegado licenciado da PF. Laterça disse ainda que essas gravações ocorreram em 2019. Sobre Bolsonaro, no entanto, afirmou não saber detalhes de como teria ocorrido.

LEIA MAIS: Câmara mantém prisão de Daniel Silveira; veja como votaram deputados da região

Em outubro de 2019, Silveira gravou e divulgou áudios de uma reunião com um bate-boca da bancada do PSL. Na ocasião, o deputado Delegado Waldir (PSL-GO), então líder do partido na Câmara, ameaçou “implodir” Bolsonaro e o chamou de “vagabundo”. Silveira disse ter agido para “blindar” o governo.

LEIA MAIS:
Polícia Federal prende deputado que postou vídeo contra ministros do Supremo
Por unanimidade, STF mantém prisão do deputado Daniel Silveira