Facilidade 06/04/2021 12h53

Transferências pelo WhatsApp podem reduzir custos de transações financeiras

Avaliação foi feita pelo Banco Central. Ainda, segundo a instituição financeira, tarifa será definida pelo aplicativo

O Banco Central autorizou a realização de transferências bancárias pelo WhatsApp. A empresa Facebook Pagamentos do Brasil foi aprovada como um “iniciador de pagamentos”. Também foram concedidas à Visa e à Mastercard autorizações para dois “arranjos de pagamento” abertos, como transferência, depósito, pré-pago e doméstico. O WhatsApp também fará parte do arranjo, que tornará possíveis as transferências pelo aplicativo de mensagens. De acordo com o modelo, o Whats iniciará as transações entre contas dos clientes nas instituições financeiras em que são correntistas. Para isso, a credencial a ser utilizada no aplicativo é o número do cartão de débito ou pré-pago de bandeiras Visa ou MasterCard.

LEIA MAIS: Banco Central libera transferências bancárias pelo WhatsApp

As operações poderão ser feitas a partir da data em que o WhatsApp disponibilizar a funcionalidade. A tarifa da transação bancária será definida pelo aplicativo. Em nota à imprensa, o Banco Central avaliou que a medida pode levar a uma redução nos custos de transações financeiras.

O professor-tutor do curso de Gestão Financeira da Uninter, Joni Borges, explicou como deverá funcionar o sistema durante entrevista à Rádio Gazeta. “Na própria conversa, vai ter uma ferramenta de pagamento, por meio do cadastro de alguns dados. Não será mais necessário entrar no aplicativo do banco”, disse. Borges acredita que, mais adiante, o BC vai autorizar a realização de compras diretamente via WhatsApp.

Ainda não há previsão de quando a ferramenta será disponibilizada. Para pessoas jurídicas, deverá ser cobrada uma tarifa. A segurança dos usuários é uma preocupação, já que o aplicativo é suscetível a golpes e disseminação de notícias falsas.

LEIA TAMBÉM: Contatos do celular poderão ser integrados ao Pix a partir de abril