Torcida 29/11/2017 17h16 Atualizado às 18h07

Com costelão e cerveja, gremistas se reúnem para a final desde cedo

A expectativa do grupo é juntar mais de 500 pessoas entre as ruas Ernesto Alves com a Tiradentes

O clima já é de muita agitação em Santa Cruz do Sul. A partida entre o Grêmio e Lanús, na final da Libertadores, acontece só às 21h45, mas a concentração começou durante a manhã. Um dos pontos é o Bar do Neco, na esquina entre as ruas Ernesto Alves com a Tiradentes, onde um grupo de trinta pessoas está reunido.

Costelão, cerveja, capirinha, tambor e muito barulho são algumas das coisas que você vai encontrar caso passe por lá - agora, é claro. Porque mais tarde, pouco antes do jogo, a expectativa é que se reúnam cerca de 500 pessoas. Pelo menos, é o que garante quem está no local durante o dia todo. São esperados torcedores de Cachoeira do Sul, Candelária, Encruzilhada do Sul e Sobradinho.

A vendedora, Jéssica Moraes, de 26 anos, pegou folga do trabalho só para acompanhar o time do coração durante o dia inteiro. O placar? 3 a 1. Ela brinca que está no aguardo por "acabar com o planeta, é claro." A expectativa é vencer e o pensamento é fixo em ser campeão do tri.

Já Eduardo Nunes, de 28 anos, aposta no 2 a 0 e explica que desde quarta-feira, 22, a movimentação pelo Grêmio não parou. E pelo jeito, caso o placar seja favorável ao time gaúcho, não vai parar.

LEIA MAIS: Veja onde assistir ao jogo do Grêmio em Santa Cruz